conecte-se conosco

Política

Governo Ratinho Júnior completa um mês com medidas de austeridade

A primeira medida, concretizada no dia da posse, foi a redução no número de secretarias de 28 para 15.

Publicado

em

O primeiro mês do governo Ratinho Júnior ficou marcado por decisões que vão gerar economia aos cofres públicos. Foi um mês de cortes de despesas e início da revisão de contratos e convênios. A primeira medida, concretizada no dia da posse, foi a redução no número de secretarias de 28 para 15. Com isso, o governador quer cortar gastos e tornar a máquina mais eficiente.

Outra decisão de Ratinho Júnior foi congelar o salário dele próprio e do primeiro escalão. Neste caso, o governo deixará de pagar R$ 7,2 milhões ao ano ao não aplicar aos vencimentos da equipe de governo o reajuste concedido aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), de 16,38% e que serve de base para o Estado.

“Austeridade é uma regra que vale para todos dentro do nosso governo”, afirma Ratinho Júnior. A cada reunião de secretariado ele cobra enfaticamente ações de economia por parte do primeiro escalão do governo. “Tem que haver dinheiro para o que é essencial para a população”, sentencia o governador. 

Segundo Ratinho Júnior, a prioridade agora é cortar mordomias e privilégios. Nesta linha, já devolveu o jato que era alugado para transporte de autoridades do Estado e vai deixar de gastar R$ 4,5 milhões por ano. O recurso será aplicado em ações de saúde. 

Em suas primeiras reuniões com o secretariado, Ratinho Júnior determinou o corte de 20% nas despesas de custeio. Ou seja, a meta é reduzir o que o governo estadual gasta para manter a máquina funcionando. 
Os recursos obtidos com a economia serão aplicados em áreas prioritárias como saúde, educação, segurança e infraestrutura. A equipe de governo tem até 90 dias para mapear e implantar medidas de redução de gastos. 

CONTRATOS 

Outra medida de impacto nas contas públicas é a revisão de contratos com fornecedores e empresas terceirizadas que realizam serviços e obras para o Estado. Preventivamente, o governo contingenciou 20% do orçamento, sem comprometer nenhum projeto importante em execução, e iniciou as renegociações para tentar baixar o valor contratado anteriormente.
A medida vale para órgãos da administração direta e indireta. O Detran-PR, por exemplo, já conseguiu baixar as despesas com vigilância em todas as suas unidades e vai economizar R$ 12 milhões por ano. 

FOLHA DE PESSOAL

Ratinho Júnior também mandou fazer uma auditoria na folha de pessoal, para averiguar se todos os pagamentos estão de acordo com a lei, se não há exageros ou mesmo vencimentos pagos a pessoas que já morreram. Uma empresa externa será encarregada do trabalho, que deverá ser concluído em até seis meses e vai envolver pessoal da ativa e inativos.

Segundo o governador, há casos de Estados que conseguiram reduzir entre 2% e 6% as despesas com pessoal após as contas passarem por auditoria. Para Ratinho Júnior, toda a economia é válida. “Se conseguirmos economizar 2% no Paraná, isso significa quase R$ 500 milhões por ano”, calcula.

A economia na folha chegou na Copel. A estatal decidiu extinguir os cargos de gerente assistente em todas as diretorias, reduziu em 50% o número de assessores e não vai nomear diretores adjuntos nas empresas subsidiárias. As ações serão colocadas em prática a partir de fevereiro. Somente com pessoal, a redução será de R$ 4,8 milhões. A companhia também vai devolver imóveis alugados, reduzindo este gasto em mais de R$ 5 milhões.

COMPLIANCE 

Em paralelo às medidas de contenção de gastos, a estrutura de governo passará a trabalhar com normas rígidas de gestão, que serão estabelecidas pelo programa de Integridade e Compliance. Trata-se de uma série de regras que deverão ser adotadas para evitar desvios de conduta e garantir segurança nos atos administrativos. A iniciativa está começando pelas secretarias de Infraestrutura e Logística e de Planejamento e Projetos Estruturantes.
 

Fotos: Rodrigo Félix Leal

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.