Connect with us

Política

Governador apresenta oportunidades de parcerias com o setor privado

Ratinho Júnior pontuou que o Paraná tem vocação para parcerias público-privadas.

Publicado

em

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior apresentou na quinta-feira, 28, em palestra no GRI PPPs e Concessões 2019, em São Paulo, oportunidades de parcerias com a iniciativa privada que o Governo do Paraná está trabalhando. Ele reforçou que o Estado possui a legislação mais moderna do País na área de desestatização.

Segundo Ratinho Júnior, o Estado está aberto para um novo ciclo de investimentos em infraestrutura. “Nosso governo está totalmente aberto a fazer parcerias. O Paraná conseguiu romper a barreira ideológica para fazer os investimentos necessários para a população”, afirmou em evento com os governadores Eduardo Leite (RS), Wellington Dias (PI), Flávio Dino (MA), Rui Costa (BA) e Romeu Zema (MG), empresários e especialistas em concessões públicas.

O governador pontuou que o Paraná tem vocação para parcerias público-privadas e que esse modelo espelha a gestão pública eficiente de países desenvolvidos. “O Estado tem a parceria na sua genética. Das dez maiores cooperativas da América do Sul, seis estão no Paraná. Aprendemos a crescer juntos”, declarou.

Ratinho Júnior disse que o Paraná se prepara para concessões e parcerias nas áreas de saúde, iluminação pública, presídios, unidades de conservação, turismo e infraestrutura, o que congrega os modais ferroviário, rodoviário e aéreo. Ele destacou que já há um trabalho conjunto com a União para a inclusão de 1.000 quilômetros de rodovias estaduais no pacote de concessões que o Governo Federal está preparando, que deve incluir lotes do Anel de Integração, além de quatro aeroportos.

Outra iniciativa é do ramal ferroviário em direção ao litoral, com um novo traçado para a descida da Serra do Mar. “Na questão das ferrovias estamos criando uma segunda descida para o litoral do Paraná, que já conta com os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental”, declarou, ressaltando que o turismo terá grande atenção do governo. “O turismo é fundamental para geração de renda. O Paraná tem um grande potencial nesse aspecto”.

O governador também reforçou a capacidade do agronegócio paranaense de oferecer alimentos ao mundo, completando que para isso é preciso melhorar a infraestrutura e a logística de transporte. Ele defendeu o projeto do corredor ferroviário bioceânico, entre Paranaguá e o Porto de Antofagasta, no Chile, que pode levar a produção do Sul, Sudeste e Centro-Oeste com mais agilidade para o mercado asiático.

“É uma questão geográfica. Somos o umbigo do Brasil. Ficamos a alguns quilômetros de 70% do mercado consumidor da América do Sul. Nossa vocação é o agronegócio e a grande demanda do mundo é o alimento. Seremos o hub logístico da América Latina. Estamos trabalhando com a Itaipu para fazer o projeto executivo do corredor bioceânico”, finalizou.

GARANTIAS

Ratinho Júnior afirmou que o Paraná avançou pouco no setor de concessões nos últimos anos e que essa lei ampara o novo momento do Estado. “O que nós temos historicamente são as concessões de rodovias implantadas em 1997. Um modelo que não conseguiu entregar aquilo que foi prometido nos contratos”, explicou.

O governador lembrou que a infraestrutura afeta diretamente o desenvolvimento do País, resolve gargalos históricos, melhora os custos, o tempo, os transportes, gera novos vetores e oportunidades, e que o Brasil investiu apenas 2,08% do seu PIB nessa área entre 2000 e 2013, segundo o Banco Mundial.

SAÚDE FISCAL

A saúde fiscal do Paraná, maior do País segundo ranking da RC Consultores, ajuda a dar estofo a esse planejamento. “Fizemos a lição de casa ao longo dos últimos anos e neste ano já começamos com cortes em secretarias, diminuindo autarquias e privilégios. A atração de bons parceiros contempla a necessidade de prestar o melhor serviço possível para a população com qualidade e menor custo”, completou.

Foto: Rodrigo Félix Leal

Fonte: AEN

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.