Logotipo

Tentativa de fuga mobiliza polícia em Pontal do Paraná

14 de maio de 2019

Com capacidade para seis presos, a cela instalada na delegacia da Polícia Civil de Pontal do Paraná deveria ser usada de forma provisória.

Compartilhe

Policiais civis, militares e agentes da Guarda Civil de Pontal de Paraná, inclusive de folga, foram mobilizados na noite do sábado, 11, por volta das 21h, para ajudar a equipe de policiais civis que estavam de plantão na delegacia de Pontal do Paraná, no balneário de Ipanema, e evitar uma fuga em massa da unidade.

PRESOS

Com capacidade para seis presos, a cela instalada na delegacia da Polícia Civil de Pontal do Paraná deveria ser usada de forma provisória, porém, o espaço abriga atualmente 20 presos homens e uma mulher, que fica em uma sala improvisada da unidade policial.

TENTATIVA

Por volta das 21h de sábado, 11, a equipe de policiais civis que estavam de plantão desconfiaram da movimentação dentro da cela e ao verificar a situação descobriram que os presos estavam cavando vários buracos nas paredes.

Imediatamente foi solicitado apoio, e equipes da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e até policiais civis de folga, foram até a delegacia e ajudaram a controlar os preso que estavam bastante agitados.

VENTILADOR

Todos os presos foram retirados da cela e o local passou por uma revista minuciosa que recolheu todo o material usado na tentativa de fuga, inclusive ventiladores, que foram desmontados e as peças metálicas usadas, como ferramentas improvisadas, para cavar os buracos.

TENSÃO

O clima ficou tenso na unidade policial durante todo o procedimento de revista, já que o local não foi planejado para ser uma delegacia e é utilizado de forma improvisada há vários anos. Com o fechamento da unidade da Polícia Civil, no balneário de Pontal do Sul, que servia como cadeia, todos os presos foram transferidos para a delegacia, no balneário de Ipanema.

DEPEN

O delegado responsável pela unidade comunicou o fato ao DEPEN – Departamento Penitenciário do Estado, responsável pelos presos e aguarda a transferência de alguns detentos para a Cadeia Pública de Paranaguá.

Os reparos necessários na estrutura do prédio também serão realizados durante a semana.


Colunistas