conecte-se conosco

Polícia

URGENTE – Estelionatário preso ontem já está solto.

Pai e filho tentaram aplicar o golpe do falso bilhete premiado. A vítima teria que sacar R$ 20 mil e entregar para os golpistas

Publicado

em

Vandervan Gilberto Tamanho Filho, de 32 anos, que foi preso ontem, 27, no começo da tarde por policiais civis de Paranaguá, no Centro Histórico, foi solto horas depois de ser encaminhado para a 1ª SDP – Subdivisão Policial de Paranaguá – Delegacia da Polícia Civil.

O indivíduo foi preso aplicando o golpe do bilhete premiado. A vítima, um idoso, foi abordado na região central.

O alvará de soltura expedido pela justiça local foi encaminhado no começo da noite para a unidade policial. Vandervan foi solto no começo da manhã desta sexta-feira, 28.

RELEMBRE O CASO

No final da manhã da quinta-feira, 27, Vandervan Gilberto Tamanho Filho, de 32 anos, foi preso por agentes da Polícia Civil do Paraná (PCPR). Ele foi acusado de aplicar o golpe do bilhete premiado. O comparsa, Vandervan Gilberto Tamanho, 61 anos, que é pai do suspeito preso, conseguiu fugir.

 

De acordo com a PCPR, um idoso foi abordado no Centro Histórico de Paranaguá, pelo pai de Vandervan, que disse estar com um bilhete de loteria premiado, no valor de R$ 3 milhões. O golpista afirmou que precisava de ajuda para sacar o dinheiro na agência bancária.

Após isso, Vandervan apareceu e se propôs a trocar o bilhete, porém pediu como garantia para a vítima um valor em dinheiro de R$ 20 mil. Parceiros no crime de estelionato, pai e filho convenceram o idoso, que não teve o nome divulgado, a entregar a quantia.

Segundo  a vítima, após ser sacado o valor de R$ 3 milhões do falso prêmio da loteria, o "dono da bolada" iria dar um valor bem mais alto que os R$ 20 mil da garantia, como gratificação pela ajuda.

TELEFONEMA

Convencido pelos golpistas, o idoso ligou para a filha e pediu orientações com relação ao procedimento bancário para a retirada do dinheiro. Ela estranhou a situação e ligou imediatamente para a PCPR. Uma equipe foi até a área central e localizou os suspeitos e a vítima.

Ao tentar realizar a abordagem, Vandervan Gilberto Tamanho, de 61 anos, conseguiu fugir, o filho foi preso em flagrante. Durante revista pessoal, os policiais encontraram o bilhete premiado falso, que foi usado para enganar a vítima.

PASSAGENS

Ao registrar a ocorrência, os investigadores constataram que pai e filho tem várias passagens na polícia. A dupla já foi presa, praticando o mesmo crime, em outros estados do Brasil.

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.