conecte-se conosco

Paralisação dos Caminhoneiros

Parnanguaras formam filas nos postos de combustível

Motoristas souberam da possível chegada de um caminhão no município

Publicado

em

O aviso de chegada de combustível mobilizou os parnanguaras na tarde de segunda-feira, 28, em Paranaguá. Por volta das 15h, começou a circular a notícia e os motoristas se dirigiram até os dois postos de combustível, um localizado na Rua da Praia e outro na Avenida Gabriel de Lara.

 

Rapidamente, uma grande fila se formou na região de ambos os locais. A Rua da Praia estava com bastante motociclistas que aguardavam o combustível. A estimativa é de que até às 18h o caminhão chegue aos estabelecimentos.

 

O Paraná possui 172 pontos de protestos nas estradas. No domingo, um caminhão escoltado por policiais, com 15 mil litros de diesel e cinco mil de gasolina, chegou a Paranaguá para abastecer os veículos essenciais da saúde, limpeza pública e segurança.

 

A proprietária de um dos estabelecimentos, Cristiane Viese, informou que estava prevista a chegada de 10 mil litros de gasolina original e cinco mil de etanol. O preço a ser aplicado foi o mesmo de antes da paralisação dos caminhoneiros, R$ 4,49 para gasolina e R$ 3,19 para etanol.

 

“A informação que tínhamos era de que o caminhão saiu de São José dos Pinhais às 12h, mas não temos o contato com o motorista e esperamos que liberem a entrada da cidade. Acho que a manifestação é válida pelo valor dos impostos abusivos em cima do combustível, mas é complicado porque atinge a população em geral também na falta de alimento, impactando em vários setores. Espero que de alguma forma a situação se resolva”, afirmou Cristiane. A quantidade está limitada a R$ 100 por veículo para poder atender ao máximo de motoristas.

 

O motorista João Luiz Cicarelo era um dos primeiros que esperavam na fila em um posto de combustível da cidade na tarde de ontem. “Já dispensei duas consultas médicas por falta de gasolina. Como recebi a notícia de que o caminhão com gasolina viria e eu preciso muito dessa gasolina no carro, fiquei na fila já cedo para evitar transtornos. Vale a pena esperar, pois minha esposa irá operar o joelho amanhã em Curitiba e preciso levá-la”, destacou Cicarelo.

 

Segundo ele, a paralisação dos caminhoneiros é um movimento importante para o País. “Acho a manifestação legítima, pois alguém tinha que tomar uma posição. Somente os caminhoneiros podiam tomar essa atitude de parar tudo, a manifestação é por uma causa justa”, afirmou João.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta