Logotipo

Mais de mil alunos participam da Operação Cisne Branco na área de jurisdição da Capitania dos Portos do Paraná

30 de agosto de 2019

Ao todo, quatro escolas participam do concurso de redação da Marinha na Capital e região litorânea do Paraná. No Colégio Leão XIII são 209 estudantes.

Compartilhe

A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) mobilizou quatro escolas das cidades de Paranaguá e Curitiba para participarem da Operação Cisne Branco (OCB) 2019 na capital e região litorânea paranaense. Mais de mil alunos do Ensino Fundamental (EF) e Ensino Médio (EM) estarão envolvidos na pesquisa e produção de texto referentes aos temas propostos para este ano: "Se eu fosse Marinheiro, o que faria pelo Brasil?" no EF; e "A importância da Marinha para a presença do Brasil no continente gelado" no EM.

Colégio Militar de Curitiba participa com 440 alunos, sendo 150 deles do 9º ano do Ensino Fundamental e 290 do Ensino Médio. Foto: Colégio Militar de Curitiba

 

Em Paranaguá, três escolas foram convidadas. São 250 alunos de quatro turmas do 8.º ano do EF na Escola Estadual Faria Sobrinho; a Escola Estadual Cidália Rebello Gomes, localizada na Ilha dos Valadares, envolvendo 80 alunos do 7.º e 9.º anos e outros 40 alunos do 2.º ano do Ensino Médio; e o Colégio Diocesano Leão XIII com a participação de 209 estudantes, metade deles dos 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental e outra metade do 2.º ano do EM. Em Curitiba, a participação será do Colégio Militar com 440 alunos, sendo 150 deles do 9.º ano do Fundamental e 290 do Médio.

Equipes de militares da CPPR realizaram palestras nas quatro escolas na primeira quinzena do mês de agosto para explicar as regras de participação no concurso de redação e para falar sobre as atividades da Marinha do Brasil, Amazônia Azul, Poder Marítimo e Poder Naval, além de explicar as atividades da Capitania para a segurança do tráfego aquaviário no Estado. “A Operação Cisne Branco é uma oportunidade ímpar de levar informações aos jovens brasileiros sobre a Marinha e instigá-los a conhecer mais sobre os assuntos marítimos. O mar tem uma importância estratégica para o País, tanto nas áreas energética, econômica e social. Quanto mais estes jovens estiverem informados sobre os assuntos relacionados à navegação e a área marítima brasileira, maior será a consciência da população sobre a relevância de proteger e garantir a soberania brasileira nas águas jurisdicionais do País”, comentou o Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Antunes Machado.

Da Assessoria da Capitania

Foto: Capitania dos Portos do Paraná

 


Colunistas