Logotipo

Capitania dos Portos do Paraná apresenta balanço da Operação Verão

13 de março de 2019

O balanço das atividades mostra que foram realizadas 3.058 abordagens entre 21 de dezembro de 2018 e o dia 10 de março, com 189 notificações e quatro embarcações apreendidas

Compartilhe

A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) encerrou a Operação Verão 2018/2019 sem registro de mortes relacionadas a navegação nos 65 municípios de jurisdição, que abrangem o Litoral e a Região Leste do Estado do Paraná.

O resultado é decorrente das ações de conscientização e de fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, sobretudo as de esporte e recreio, transporte de passageiros e de turismo náutico, por ocasião do período de férias e de feriados prolongados.

É a primeira vez que este resultado é alcançado nas últimas três Operações Verão. Em 2015/2016 e 2017/2018 houve uma morte em cada período, e em 2016/2017 aconteceram três mortes.

O balanço da Operação Verão 2018/2019 na área da CPPR mostra que foram realizadas 3.058 abordagens a embarcações do dia 21 de dezembro de 2018 até o último dia 10 de março. O foco do trabalho da Inspeção Naval realizado pelos militares da Marinha do Brasil é com a segurança da navegação, com a salvaguarda da vida humana no mar e a prevenção da poluição hídrica a partir de embarcações.

Para isto, nas abordagens são prestadas orientações aos condutores e são expedidas notificações em caso de irregularidades. No período da Operação Verão, 189 notificações foram realizadas e quatro embarcações foram apreendidas.

O Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Antunes Machado, afirmou que é uma conquista da sociedade paranaense a conscientização voltada para a segurança da navegação.

“O nosso objetivo na Operação Verão foi garantir que os momentos de lazer e diversão a bordo de lanchas e barcos durante o período de férias escolares e no Carnaval não se  transformem em dor e tristeza devido a um acidente. Encerrar este período de intensificação da fiscalização sem nenhuma perda de vida humana é um sinal que a população paranaense está cada vez mais consciente e responsável na condução de embarcações. O desafio agora é manter a fiscalização e a conscientização ao longo do ano para que na próxima Operação Verão não tenhamos perdas de vidas durante a navegação na costa marítima e nos rios paranaenses.”

Além da Inspeção Naval com a fiscalização de documentos e itens de salvatagem como coletes e boias, o trabalho da CPPR envolveu a realização de quatro palestras para cerca de 160 pessoas sobre o tema segurança da navegação.

No período, foram realizadas ainda ações específicas como a Operação Travessia Segura, no mês de janeiro, com o aumento de 24% na quantidade de inspeções a embarcações de transporte de passageiros e turismo náutico. Ao todo, 373 abordagens foram realizadas pelas equipes de Inspeção Naval da CPPR a barcos que realizam o transporte de pessoas nas cidades de Guaratuba, Pontal do Paraná e Paranaguá. No Carnaval, a CPPR e a Polícia Militar do Paraná (PM-PR) realizaram em conjunto a Operação “Maré Seca” com o intuito de coibir o consumo de bebida alcoólica por condutores de embarcações.

Foram realizadas 125 abordagens a barcos de transporte de passageiros, lanchas de esporte e recreio, embarcações de pesca e motos aquáticas. Em 17 casos, os condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia com uso de etilômetros. Todos deram negativo para o consumo de bebida alcoólica.

A área de jurisdição da CPPR engloba 65 municípios situados no Litoral e na região Leste do Paraná, atuando nos pontos de maior concentração de embarcações no mar e nos rios. Entre os principais locais de atuação destacam-se a Baía de Paranaguá (Rio Itiberê, Porto de Antonina, Porto de Paranaguá, Guaraqueçaba, Ilha de Superagui e Ilha do Mel); Baía de Guaratuba; Pontal do Paraná; Matinhos; Região Metropolitana de Curitiba (Represas de Guaricana, Vossoroca e Capivari); São Mateus do Sul (Rio Iguaçu); e a região de Ponta Grossa (Rio Tibagi).

 

Cidadão-fiscal

A Capitania dos Portos do Paraná permanece com a execução de Inspeções Navais inopinadas em toda a área de jurisdição ao longo de todo o ano a fim de realizar a fiscalização do tráfego aquaviário. Qualquer cidadão que verificar irregularidades com embarcações, como manobras perigosas; falta de itens de segurança; condutores alcoolizados; e problemas com coletes salva-vidas ou na habilitação dos condutores pode colaborar.

Solicita-se que ao verificar alguma irregularidade com embarcação a CPPR seja acionada de imediato através do Disque-Segurança da Navegação no (41) 3721-1542. As informações podem ser encaminhadas ainda por e-mail no cppr.faleconosco@marinha.mil.br. Mais informações também estão no site da Capitania: www.marinha.mil.br/cppr/. Pedidos de Busca e Salvamento podem ser feitos ainda pelo número 185.

Colunistas