Connect with us

Maçonaria

A vestimenta do Maçom

A alma constrói o seu corpo ou Avental, que será puro ou impuro conforme os seus desejos e pensamentos.

Publicado

em

Avental é símbolo do iniciado maçônico, é a peça de vestuário obrigatória para que um maçom possa participar dos trabalhos em uma loja, representa a prontidão para o trabalho, que nos acompanha desde o meio dia até ao fim da vida. O Avental recorda-nos a todo o momento, as nossas obrigações e deveres como maçons.

A alma constrói o seu corpo ou Avental, que será puro ou impuro conforme os seus desejos e pensamentos. Assim, em cada grau, o Avental simboliza o progresso da alma com a sua própria espiritualidade. O estado de pureza inicial está patente no Avental de Aprendiz. Tábua rasa própria do recém-nascido. Com o progresso maçônico, o iniciado recebe riquezas espirituais, simbolizadas nos adornos do seu Avental.

Desenvolvido inicialmente como elemento de proteção, logo se tornou um brasão de identificação da condição e da qualidade do obreiro. Quase todos os tipos de trabalhadores usam aventais, sendo o seu uso uma prática muito antiga, geratriz de uma simbologia cuja origem se perde na bruma dos tempos.

Rizzardo da Camino defende a utilização do Avental próprio de cada grau em que a loja está a trabalhar. Assim, numa sessão aberta em primeiro grau, todos exceto o Venerável, deveriam usar o Avental de Aprendiz, retornando ao momento inicial da sua caminhada.

Ainda que as origens do avental maçônico sejam obscuras, alguns autores, como Leadbeater, remetem o uso primordial do Avental para o Antigo Egito, tendo, no entanto, o nosso Avental resultado da união dos maçons especulativos com os maçons operativos, forma encontrada pelos nossos Irmãos de dissimularem a sua atividade, em função das perseguições eclesiásticas. O fundamentalismo religioso, todo o fundamentalismo religioso, sempre viu no nosso Avental um símbolo de abertura espiritual incompatível com verdades absolutas, dogmáticas.

O Maçom Wilmshurst diz-nos que “A Maçonaria é um sistema sacramental que, como todo sacramento, tem um aspecto externo e visível, consistente de seu cerimonial, de suas doutrinas e símbolos, que se podem ver e ouvir, e um aspecto interno, mental e espiritual, oculto sob as cerimônias, doutrinas e símbolos, que só aproveita ao maçom capaz de se valer da imaginação espiritual e de descobrir a realidade existente atrás do véu do símbolo externo”.

O Avental representa esotericamente a vestimenta corpórea da alma, mas esotericamente simboliza a condição imortal da alma, que sobrevive à morte do seu corpo físico temporal.

Yassin Taha

Dep. Federal Loja Perseverança 0159

Continuar lendo