conecte-se conosco

Maçonaria

A Romã na Maçonaria

Então “tomemos uma romã em nossas mãos” é uma fruta bastante diferente das demais e não foi por acaso que entrou como peça decorativa dos Templos Maçônicos.

Publicado

em

A Romã faz parte da Maçonaria e é o Símbolo menos falado, o simbolismo desta fruta aparece nas Lojas logo na entrada,  sempre acima do olhar físico de cada OObr∴, ela passa despercebida e, por isso, mais ignorada, porque dá muito trabalho olhar para cima e sondar os mais elevados ideais que a Maçonaria busca, vê-se muito sobre significados e interpretações dos símbolos que envolvem a Maçonaria. Não se tem dado muita atenção às Romãs que, embora sustentadas pelas colunas, representam o que há de mais essencial em nossa instituição.

Então “tomemos uma romã em nossas mãos” é uma fruta bastante diferente das demais e não foi por acaso que entrou como peça decorativa dos Templos Maçônicos. A sua casca, dura e resistente, representa a Loja em si, o templo material que abriga os Irmãos reunidos.  As sementes representam os Irmãos, a semente não é exatamente igual à outra, em tamanho e formato, mas o paladar de todas é invariavelmente idêntico. Daí já extrai uma lição valiosa: não importa, para quem saboreia a fruta, quais as sementes são pequenas e quais as grandes; importa isso sim, o paladar.

Na Loja temos Irmãos de menor porte na vida profana e outros, com maior gabarito social e econômico. Se a sabedoria de DEUS assim o quis, cabe nos lembrar de que a mesma seiva que alimentou o pequeno grão alimentou igualmente o maior. É responsabilidade do fruticultor, que representa o Venerável, zelar para que a árvore da Maçonaria venha a produzir frutos não afetados por pragas e doenças, zelando pela preservação não só da casca da fruta (o material), como também pela unidade garantida pelo sigilo, que é simbolizado pela pele interna da fruta.

Outro significado importante é que os Irmãos devem se unir e se tornar um só corpo, assim o peso da vida espiritual, se torna mais leve e mais suave, lembrando o Salmo 133. Seca ainda que unidas a membrana que envolve cada semente nos leva a lembrar, que o direito individual deve e precisa ser respeitado e resguardado, pois onde termina o direito de um começa o do outro.

Como é interessante essa simbologia usada na maçonaria, tudo tem um porque um lugar no templo maçônico neste caso a Romã, uma fruta que nos dá uma perfeita ideia da nossa ordem, ao ser aberta nos mostrar e nos lembrar a importância de sermos unidos em busca de um ideal de união, independente de posição social, se a película que envolve as sementes forem retiradas expondo as mesmas causa o apodrecimento da fruta exatamente como na nossa ordem por isso dos nossos juramentos.

Isso nos leva a crer da perfeição de DEUS que se mostra sempre presente em tudo, basta termos olhos pra ver e ouvidos para ouvir essa perfeição, nos mostrando que tudo é interligado no mundo animal e vegetal resultando num equilíbrio perfeito.

YASSIN TAHA

DEP.Federal GOB, Loja Perseverança 0159 – Paranaguá-PR

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta