Logotipo

Maré alta deve prosseguir em Paranaguá e no litoral durante o domingo

07 de julho de 2019

Maré alta deverá prosseguir em todo o litoral do Paraná até a noite do domingo, 7. Festa da Tainha segue com programação normal (Foto: Rafael Pinheiro)

Compartilhe

Marinha do Brasil emitiu alerta de ressaca, ventos fortes e de ondas que podem chegar a cinco metros de altura em todo o litoral do Paraná

No sábado, 6, a Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) e do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), emitiu alerta de maré alta, ventos fortes e ondas que podem chegar a cinco metros de altura no litoral do Paraná até a noite deste domingo, 7. O fenômeno está ocorrendo em várias localidades de Paranaguá e da região, inclusive na Praça de Eventos Mário Roque, aonde está acontecendo a 9.ª Festa Nacional da Tainha, que segue com sua programação normal.  

Além de Paranaguá, a forte ressaca foi sentida em toda a região, com destaque para Matinhos, aonde as ondas chegaram até  pontos comerciais, casas e calçada da praia. Em Paranaguá, a água advinda do rio Itiberê, influenciado pela ressaca no Oceano Atlântico, cobriu a rua General Carneiro, conhecida como "Rua da Praia", parte da Praça Mário Roque, bem como vias de bairros próximos aos rios do município e à baía de Paranaguá. Ainda não há informações oficiais dos órgãos de segurança sobre residências e pessoas atingidas pelo fenômeno. 

A Marinha, através do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), destaca que o fenômeno possui relação com a frente fria que atinge o litoral do Brasil, que deverá provocar ventos de direção Sudoeste a Sul, com intensidade até 74 km/h (40 nós) no litoral do Paraná, bem como em toda a região costeira desde o Rio Grande do Sul até o Rio de Janeiro durante a manhã do domingo, 7. 

Ondas chegaram até pontos comerciais de Matinhos (Foto: Almir Alves/Divulgação)

Segundo a Marinha do Brasil, devido às condições metereológicas, agitação marítima acontecerá em todo o litoral paranaense, onde são esperadas "ondas de direção Sudoeste a Sul entre 3,0 e 5,0 metros de altura, em alto-mar nas proximidades do litoral entre o estado de Santa Catarina, ao norte de Laguna (SC) e o Rio de Janeiro até o dia 7 pela manhã, incluindo ressaca nesta mesma faixa litorânea com ondas de Sudoeste a Sudeste, com até 2,5 metros até o dia 7 à noite", informa a assessoria. O fenômeno da maré alta com ondas altas atingirá a maior parte do litoral brasileiro, chegando até a região nordeste, nos estados da Bahia e Alagoas. 

"A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo. Adicionalmente, as informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo "Boletim ao Mar", disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR). Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio", finaliza a assessoria da Marinha.

Em caso de alagamento ou incidentes relacionados ao fenômeno da maré alta os cidadãos devem acionar a Defesa Civil atráves dos telefones 153 ou (41) 3420- 2944.

Maré alta atinge rua General Carneiro e proximidades da passarela da Ilha dos Valadares em Paranaguá (Foto: Rafael Pinheiro) 


Colunistas