Logotipo

IBGE aponta crescimento de cerca de 12% da população do litoral do Paraná de 2010 a 2019

30 de agosto de 2019

Paranaguá, o maior município do litoral do Paraná, registrou aumento de 10% na população em nove anos

Compartilhe

Município com maior crescimento populacional foi Pontal do Paraná, com 30% de aumento de moradores em nove anos

Na quarta-feira, 28, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou as novas estimativas das populações residentes nos mais de 5,5 mil municípios do Brasil. A data de referência da pesquisa é de 1.º de julho deste ano e aponta o crescimento populacional em todo o País de 2010 a 2019. Segundo os dados apontados, o litoral do Paraná, que em 2010 tinha mais de 265 mil moradores, após nove anos conta com 297.029 cidadãos residentes nos sete municípios da região, o que representa um aumento de cerca de 12% na população local.

O município com maior crescimento estimado populacional na região foi Pontal do Paraná, com aumento de 30% com um número que em nove anos saltou de pouco mais de 20 mil habitantes para cerca de 27,2 mil. Matinhos e Guaratuba, respectivamente na segunda e terceira posição entre as cidades com maior crescimento de moradores, aumentaram sua população em cerca de 18% e 15,4%. Enquanto o número de moradores matinhenses saltou em nove anos de cerca de 29,4 mil para 34,7 mil, no contexto guaratubano o aumento foi de 32 mil para 37 mil cidadãos. 

Paranaguá, o maior município do litoral, também teve um aumento populacional estimado considerável, de acordo com o IBGE: 10% em nove anos. Se em 2010 havia 140,4 mil parnanguaras, em 2019 há a quantia de 154,9 mil moradores na Cidade-Mãe do Paraná. 

CIDADES COM CRESCIMENTO MAIS TÍMIDO

Guaraqueçaba teve redução populacional de 0,4% de 2010 a 2019 (Foto: Prefeitura de Guaraqueçaba/Divulgação)

Morretes ficou na quinta colocação do crescimento de moradores estimado pelo IBGE, com uma população que cresceu de 15,7 mil para 16,4 mil moradores, um aumento estimado em 4,3% em nove anos. A vizinha Antonina, que ficou na sexta colocação, cresceu ainda menos em questão populacional: 0,43%. De 18.891 antoninenses em 2010, há um salto pequeno para 18.980 em 2019.

GUARAQUEÇABA TEVE REDUÇÃO POPULACIONAL

Guaraqueçaba foi o único município do litoral paranaense com decréscimo de número de moradores nos últimos nove anos. Segundo os dados do IBGE, em nove anos, a população caiu de 7.871 moradores para 7.636, o que representa um decréscimo percentual populacional de 0,30%.

COMO FOI FEITA A ESTIMATIVA PELO IBGE

Segundo a assessoria do IBGE, estima-se que o Brasil possui atualmente 210,1 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,79% ao ano, demonstrando uma queda do crescimento quando comparado ao período 2017/2018, conforme a Projeção da População 2018. Curitiba, a capital do Paraná, apareceu como oitava maior cidade do Brasil, com 1.933.105 habitantes atualmente, número que em 2010 era 1.751.907 moradores, um aumento percentual de 10%. “As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União para o cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei n.º 8.443/1992 e à Lei complementar n.º 143/2013”, explica o IBGE.

“As populações dos municípios foram estimadas por procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos Estados, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos censos demográficos (2000 e 2010) e ajustadas. As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais municipais ocorridas após 2010”, informa a assessoria.

De acordo com o IBGE, a tabela com a população estimada para cada município foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) de quarta-feira, 28. “A nota metodológica e as estimativas das populações para os 5.570 municípios brasileiros e para as 27 unidades da federação podem ser consultadas”, finaliza a assessoria.

As estatísticas populacionais de todas as cidades brasileiras podem ser acessadas no link: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/7d410669a4ae85faf4e8c3a0a0c649c7.pdf .

 

*Com informações do IBGE.
 


Colunistas