Connect with us

Jornalismo construtivo, com narrativas positivas, ganha espaço ao se revelar ferramenta de transformação social

Dimitrinka Atanasova

Publicado

em

A busca e o relato da verdade ao público são conceitos básicos do jornalismo e, muitas vezes, estão acompanhados de notícias de caráter negativo, as preferidas por boa parte das redações. Mas também é possível relatar a verdade, com profundidade e de forma útil à sociedade, quando se reporta histórias e fatos positivos. A prática desse tipo de jornalismo, chamado de construtivo, vem ganhando, lentamente, espaço nas redações. Não se trata de oferecer conteúdo positivo com significância social limitada, diz a professora Dimitrinka Atanasova, do Departamento de Linguística e Língua Inglesa da Lancaster University (UK).

“[As reportagens] cobrem questões socialmente significativas, como mudança climática e relações raciais, mas o fazem de forma diferente”, afirma a pesquisadora, que tem dedicado muito do seu trabalho à mídia.

Em artigo publicado pelo blog do Departamento de Mídia e Comunicações da London School of Economics (LSE), Atanasova ressalta que, além das cinco questões elementares da prática jornalística – Quem?; O quê?; Onde?; Quando?; e Por quê? – o jornalismo construtivo pergunta também: o que pode ser feito agora? O objetivo, afirma a professora, é alcançar uma sociedade melhor. “Ao responder a esta última [questão], seus proponentes estão particularmente interessados em amplificar discursos alternativos que sejam afirmativos, criativos, subnotificados e que deem voz a atores sociais sub-representados”.

Atanasova destaca ainda a importância da análise positiva de narrativas, uma das abordagens mais utilizadas para analisar o conteúdo de notícias nas ciências humanas e sociais.

“Semelhante aos objetivos do jornalismo construtivo, os objetivos da análise positiva do discurso foram definidos como amplificadores de discursos que são alternativos, mas que abrem possibilidades de mudança social positiva e inspiram a ação”, afirma.

A análise crítica do discurso, amplamente definida, explica Atanasova, revela como os textos podem destacar ou contextualizar os eventos e questões que descrevem por meio de escolhas gramaticais e de vocabulário (por exemplo, “o manifestante foi baleado” ou “a polícia atirou no manifestante”). “O objetivo da análise crítica do discurso é desconstruir e expor os desequilíbrios de poder, vieses e discriminações que poderiam permanecer escondidos nos textos. É também uma abordagem inerentemente ativista e política que visa criar um mundo melhor, efetuar a transformação da sociedade e capacitar atores sociais sub-representados”.

A pesquisadora sustenta ainda que o jornalismo construtivo (ou jornalismo de soluções) desafia um ângulo de notícias negativas dominante que não é saudável para as organizações de mídia e para a sociedade. “A negatividade afasta as pessoas das notícias e, assim, contribui para o declínio do público de notícias, mas também faz com que as pessoas se sintam impotentes e desmotivadas para agir em importantes questões sociais”.

 

Fonte: ANJ

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.