conecte-se conosco

Infraestrutura

Tarifa do transporte coletivo não terá aumento em Paranaguá

“Nós não vamos recuar nenhum milímetro para que isso aconteça e para que tenhamos uma tarifa justa”, afirma o prefeito Marcelo Roque (Foto: Rafael Pinheiro/Secom/PMP)

Publicado

em

Valor da passagem não subirá para R$ 4,15. Decisão foi obtida pelo município no TJPR

Na tarde da quarta-feira, 30, o prefeito Marcelo Roque concedeu entrevista coletiva no Terminal Rodoviário Urbano de Paranaguá, quando anunciou a suspensão do aumento da tarifa de ônibus pela empresa responsável pelo transporte coletivo municipal. Com a decisão judicial obtida pela Procuradoria Geral do Município (Progem) da Prefeitura de Paranaguá, a passagem aos usuários de ônibus no município não subirá mais para R$ 4,15, permanecendo no valor de R$ 3,70.

“É um alívio muito grande. Temos trabalhado nas últimas semanas na parte jurídica junto à procuradora e chegar em um dia tão importante, que era o último do prazo que se tinha para impedir este aumento para R$ 4,15, chegar com uma suspensão de uma liminar é algo muito satisfatório. Parabenizo a nossa procuradora geral do município, Brunna Heloise Marin, pela parte técnica e jurídica com um trabalho intenso desde a primeira instância, quando o Juiz indeferiu o aumento, depois foram para o Tribunal ganharam a decisão, mas agora se suspendeu o aumento, pois o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) entendeu que quem iria pagar um preço alto era a população parnanguara”, afirma o prefeito Marcelo Roque.

Segundo o prefeito, a primeira decisão judicial em torno do aumento de ônibus era de que “se aumentasse para R$ 4,15 e depois se analisasse uma perícia com a planilha e posteriormente tomasse uma decisão novamente”, destaca. “Quem iria pagar este preço, com aumento de R$ 0,45 centavos era o povo”, explica. “A decisão atual é de se manter a decisão e analisar depois a planilha”, elenca, ressaltando que não haverá aumento sem que haja justificativa para isso. “Se pensou no povo de Paranaguá e foi esse o nosso pedido”, diz. 

Com a decisão judicial obtida pela Prefeitura a passagem aos usuários de ônibus no município não subirá mais para R$ 4,15, permanecendo no valor de R$ 3,70 (Foto: Rafael Pinheiro/Secom/PMP)

“Há um trâmite agora no TJPR que esperamos que tenha um final feliz para a nossa população, mas é dessa forma que trabalha pelo povo de Paranaguá, é brigando, é lutando, é assim que você se dedica, não fazendo politicagem”, acrescenta Marcelo Roque, ressaltando o uso político do aumento em protesto feito nos últimos dias. “Foi um ato pífio, sem nenhuma adesão da população, só de pessoas políticas”, destaca, ressaltando o trabalho sério da atual administração desde 2017. 

Segundo o prefeito, ainda não se pode dizer quanto tempo não haverá aumento da passagem de ônibus. “A gente não sabe o rito do Poder Judiciário, pode ser daqui a dois ou três meses, pode ser daqui a cinco meses, pode ser em 45 dias, mas o importante é estarmos a par de tudo e brigar judicialmente pelo povo de Paranaguá. Nós não vamos recuar nenhum milímetro para que isso aconteça e para que tenhamos uma tarifa justa. Temos outros municípios, maiores que Paranaguá, como Guarapuava, que a passagem custa R$ 3,50, e aqui pagamos um preço ainda elevado com cerca de 150 mil habitantes. Precisamos levar isso em consideração para a empresa”, finaliza Marcelo Roque. 

O QUE DIZ A VIAÇÃO ROCIO 

No final da tarde da quarta-feira, 30, a empresa responsável pelo transporte coletivo em Paranaguá, Viação Rocio, afirmou que ainda não foi notificada judicialmente sobre a decisão e que quando for informada se posicionará sobre o caso. 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta