conecte-se conosco

Fábio Campana

Devagar, devagarinho, nova visita a Lula

Martinho da Vila recebeu autorização para visitar Lula na prisão na quinta-feira, 28.

Publicado

em

Pode rolar um samba na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Martinho da Vila recebeu autorização para visitar Lula na prisão na quinta-feira, 28.
 

Corte de grana na Lava Jato
Por conta de uma “insuficiência orçamentária grave” na Receita Federal, a Lava Jato vai sofrer um corte de 56,4% na verba destinada à modernização da Tecnologia de Informação da operação.
Isso significa que o Centro de Dados da Lava Jato não poderá participar de licitações e terá que continuar como está. Muitos comemoram.
 

Decisão sobre Dirceu anima defensores de Lula
Petistas avaliaram que embora não tenha qualquer impacto direto sobre o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato, a decisão da 2.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de libertar o ex-ministro José Dirceu dá força ao discurso do PT sobre o suposto direito de Lula permanecer em liberdade até o trânsito em julgado do processo no qual foi condenado em segunda instância.
“A decisão da 2.ª Turma demonstra que se não houvesse ocorrido a chicana inaceitável entre o ministro (Edson) Fachin e a vice-presidente do TRF-4 (Maria de Fátima Labarrére) o julgamento de Lula hoje teria o mesmo resultado”, disse o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS).
 

Após janela partidária, redistribuição de cargos
A janela partidária foi fechada e abriu-se a porta dos cargos da Câmara de Deputados. Rodrigo Maia, presidente da Câmara, quer dar uma ajeitada geral na Casa para beneficiar siglas que engordaram em números.
A ideia é que partidos que perderam deputados sofram cortes também nos cargos que possuem e nos que indicaram. O lance não altera o número de cargos nem de despesas da Câmara, mas mexe com o poder de cada sigla. Por exemplo, o PP passaria de 85 cargos para 116 e a do DEM, de 66 para 85. O PROS e o PSL, de 25 para 37 cada um, e o Podemos subiria de 37 para 55. O MDB cairia de 116 para 85.

Continuar lendo
Publicidade

Em alta