conecte-se conosco

Esportes

Seleção Brasileira vence a Argentina e se classifica para Olimpíadas de 2020

Pela última rodada do quadrangular final do Torneio Pré-Olímpico, Brasil bate os argentinos por 3 a 0, com gols de Paulinho e Matheus Cunha (duas vezes)

Publicado

em

Passaporte carimbado! A Seleção Brasileira está garantida na disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Neste domingo (9), a equipe comandada por André Jardine venceu o clássico com a Argentina por 3 a 0, pela última rodada do Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, e confirmou vaga na competição que será disputada em julho deste ano. Paulinho e Matheus Cunha (duas vezes) marcaram os gols do triunfo.

O Brasil termina a campanha do Torneio Pré-Olímpico invicto. Na fase de grupos, quatro vitórias: diante de Peru, Uruguai, Bolívia e Paraguai. No quadrangular final, empates com Colômbia e Uruguai, e a vitória desta noite diante dos argentinos. Com cinco pontos, a Canarinho ficou no segundo lugar.

Brasil e Argentina são os representantes da Conmebol no futebol masculino das Olimpíadas. Além dos sul-americanos, outras 12 seleções já estão classificadas: Japão (anfitrião), França, Alemanha, Espanha, Romênia (representando a Europa), Nova Zelândia (da Oceania), Egito, Costa do Marfim e África do Sul (representando a África), Arábia Saudita, Coreia do Sul e Austrália (representando a Ásia). Faltam apenas duas vagas para completar os 16 países participantes, que serão conhecidos após o Pré-Olímpico da Concacaf, no fim de março.

O jogo

Logo após o apito inicial da partida, a Argentina ensaiou um controle das ações, com Mac Allister cobrando falta com perigo aos dois minutos. Mas, na sequência, a Seleção Brasileira mostrou que estava bem preparada para buscar a vaga em Tóquio. A equipe de André Jardine se lançou ao ataque e o primeiro gol saiu aos 12 minutos. Pedrinho deu ótimo passe para Paulinho, que dominou bem e finalizou no canto direito do goleiro Cambeses para fazer 1 a 0. Aos 22, após boa troca de passes no ataque, Caio Henrique cruzou rasteiro para Matheus Cunha, que chutou de primeira no travessão dos hermanos. Mas, seis minutos depois, o camisa 9 não deixou a chance passar. Após Nehuén Pérez errar o recuo de cabeça do meio do campo, Matheus Cunha encobriu o goleiro e tocou para o gol. Pérez voltou e conseguiu salvar em cima da linha, mas a bola sobrou limpa para o brasileiro fazer 2 a 0. Antes do intervalo, o artilheiro quase marcou mais um ao chutar cruzado e ver a bola sair rente à trave esquerda argentina.

Atrás no placar, a Argentina voltou para o segundo tempo e esboçou uma reação. Aos dois minutos, Mac Allister recebeu cruzamento e tocou para Álvarez, que viu Caio Henrique aparecer bem para fazer o corte. Mas não demorou para o Brasil voltar a ter o domínio do jogo. Tanto que, aos nove, Guga cobrou lateral e encontrou Matheus Cunha. O camisa 9 tabelou com Reinier e chutou cruzado para o gol: 3 a 0. Seguindo no campo de ataque, a Canarinho ainda criou boas chances até o fim do jogo. Três delas com Paulinho, parado em duas defesas de Cambeses e no travessão, já aos 45 minutos. Administrando a vantagem até o fim, o Brasil comemorou a classificação ao apito final.

Brasil: Ivan, Guga, Ricardo Graça, Bruno Fuchs e Caio Henrique; Matheus Henrique, Bruno Guimarães e Pedrinho (Bruno Tabata); Reinier (Pepê), Matheus Cunha (Maycon) e Paulinho. Técnico: André Jardine.

 

Informações: CBF

Fotos: Lucas Figueiredo/CBF

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.