Logotipo

Atletas parnanguaras do karatê kyokushin são campeões em torneio internacional

09 de feveiro de 2018

Sensei Paulo Saito e os atletas Alexander Andersen e Barbara Lell

Compartilhe

Caratecas de seis países disputaram em Sorocaba, no domingo, 4, o 1.º Desafio Internacional Samurai do Brasil, promovido pela Organização Internacional de Karatê Kyokushin Union (Ikoku) e Federação de Karatê Kyokushin Union. 

Foto: Equipe Tamashi é presidida pelo Sensei Paulo Saito

Paranaguá esteve representada no evento por dois atletas: Alexandre Paul Andersen e Barbara Lell, que integraram a Equipe Tamashi, presidida pelo Sensei Paulo Saito, o qual comemora o feito e avalia a participação como positiva para a modalidade. “Fomos com dois atletas iniciantes na modalidade, e o desempenho foi muito valorizado uma vez que os dois atletas sagraram-se campeões em suas categorias. Para nós foi uma surpresa, porque eles tiveram um tempo curto para participar de um evento do nível que foi este desafio. Posso afirmar que foi um evento de nível de porte alto. Na minha avaliação foi positivo, e tenho a certeza que nos próximos eventos estarão melhores ainda. Foi espetacular a conquista, graças ao desempenho deles”, enfatiza Saito.
Para o atleta Alexander Andersen o pouco tempo de treino e a estreia não atrapalharam o desempenho. “Por ser a nossa estreia, fomos muito bem. Treinando forte com o Sensei Paulo Saito, fizemos o nosso melhor para podermos participar, e foi uma surpresa grande podermos disputar a final, fruto de muito trabalho”, destacou Alexander
Já Barbara Lell enfatizou que foi uma honra poder participar de uma competição deste nível. “Estou no karatê há cinco meses, e estávamos realmente treinando pesado, e com os nossos colegas de treino nos apoiando. Fui com a expectativa de participar do evento e ver como funciona toda a estrutura de uma competição, o que só conhecíamos por vídeo. Mas chegar lá e ver atletas de alto nível competindo é outra coisa, fiquei muito surpresa, mas como era minha estreia foi uma surpresa muito maior a conquista”, destaca Barbara. 


Foto: Sensei Paulo e mestres Shichinoe e Tábata lendas vivas do karatê kyokushin, e Yuki Saito, filha de Sensei Paulo, também 1.º lugar na categoria Luta Internacional

Ambos os atletas, acreditam que o sucesso só foi alcançado porque conseguiram colocar em prática os ensinamentos passados nos treinos pelo Sensei Saito. “Sensei nos ensina que temos que subir no tatame, olhar o nosso adversário de frente, não demonstrar medo e ir sempre para cima, não recuar. Foi o que fizemos e ouvindo tudo o que o Sensei falava”, destacam os atletas. 
A equipe Tamashi nasceu em Paranaguá, em 2010, como trabalho no estilo de karatê kyokushin. “A Tamashi nasceu na época dos projetos sociais, que desenvolvíamos junto com o Maruca, e que revelaram vários atletas conquistando títulos para o município”, destaca Saito, que atualmente dá aulas em uma academia no Jardim Samambaia. 
Os atletas continuam seus treinamentos com Sensei Saito para participarem da II Copa Catarinense, a ser realizada no mês de maio, em Balneário Camboriú.   


 







Colunistas