conecte-se conosco

Entrevista

Juíza explica importância da guarda compartilhada para o desenvolvimento dos filhos

Dra. Pâmela Dalle Grave Flores destaca que igualdade entre homem e mulher, inclusive na criação conjunta dos filhos, é algo garantido pela Constituição Federal

Publicado

em

A juíza de Direito da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Paranaguá, Pâmela Dalle Grave Flores, no fim de semana em que se comemora o Dia dos Pais no domingo, 12, em entrevista à Folha do Litoral News, destacou a importância da guarda compartilhada entre pai e mãe, ou casais do mesmo gênero, para que a criança ou adolescente se desenvolva tendo assegurados todos os seus direitos constantes na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Além disso, a magistrada explicou o desenvolvimento normativo ocorrido desde 2016 para que a igualdade entre homens e mulheres seja um princípio constitucional, inclusive na criação dos filhos, que é uma responsabilidade conjunta. Confira a entrevista:

 

Folha do Litoral News: O que é a guarda compartilhada e como ela atua na criação dos filhos?

Dra Pâmela: A guarda compartilhada é a hipótese legal, se não tiver decisão judicial que determine a guarda unilateral para o pai ou mãe, independente de ser casal ou não, a guarda é compartilhada. Isto quer dizer que as responsabilidades em torno da guarda da criança são compartilhadas entre o pai e a mãe ou entre os dois pais ou duas mães, de acordo com o casal. A importância da guarda compartilhada é que o filho percebe que a responsabilidade é dos dois, diminuindo a quantidade de atritos e brigas entre os dois responsáveis. Com isso, acaba aquilo que um dos pais pode pensar que pagando a pensão, a guarda ficará com o outro. Isso não ocorre na guarda compartilhada, pois a responsabilidade é dos dois.

 

Folha do Litoral News: A guarda compartilhada então vai além da questão do pagamento de pensão alimentícia?

Dra Pâmela: Na guarda compartilhada são fixados os alimentos, visitas, residência, mas também a responsabilidade pela educação e pelas decisões cotidianas do filho, ou seja, dos dois do casal. Os dois pais têm esta responsabilidade, eles têm que entender isso, independentemente de terem se separado, ou de nunca terem sido casados ou convivido juntos, de terem sidos pais solteiros.

 

Folha do Litoral News: E na existência de desentendimento entre os pais, como isto pode influenciar na guarda compartilhada?

Dra Pâmela: A guarda compartilhada é a guarda legal, mesmo que os pais tenham desentendimentos. Mesmo que os pais estejam casados, é muito comum que ocorram desentendimentos dentro da própria família, pois cada um tem seus valores, cada um vem de uma família diferente. Estes desentendimentos não são impeditivos da fixação da guarda compartilhada. O que é impeditivo da guarda compartilhada, aí é a exceção da regra para se fixar uma guarda unilateral, é que estes desentendimentos e essas brigas do casal possam ocasionar um risco para a criança, ou seja, que o fato da criança ou adolescente não conseguir conviver com segurança entre os dois pais.

 

Folha do Litoral News: Há um contexto jurídico e histórico ultrapassado para o entendimento errôneo por parte de algumas pessoas de que a mãe tem mais responsabilidade do que o pai na criação dos filhos?

Dra Pâmela: Esse entendimento equivocado é algo que advém do Código Civil de 1916. Neste código, as mulheres, infelizmente, eram tidas como incapazes, aí quem mandava na casa era o homem, mandava em tudo. Entendia-se que mulheres não trabalhavam, ficavam apenas em casa, que a mulher era incapaz civilmente, inclusive, tinha o mesmo CPF que o marido. Decorrente disso, se tornou um pensamento, talvez leigo das coisas, de que só a mãe tem responsabilidade e o pai não. Na verdade, a responsabilidade é dos dois. Hoje existe em vigência o Código Civil de 2002 e a Constituição Federal que concedem igualdade entre homens e mulheres, inclusive para todos os fins.

 

Continuar lendo
Publicidade

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.