Logotipo

Estudantes ‘batem papo’ com escritor Marcus Aurelius Pimenta

30 de novembro de 2019

As crianças leram um de seus livros, realizando vários trabalhos sobre a obra

Compartilhe

Na tarde da última quarta-feira, os estudantes da Escola Municipal Manoel Viana tiveram a oportunidade de conversar com o escritor Marcus Aurelius Pimemta. As crianças do 2º e 3º ano fizeram trabalhos sobre um dos livros que ele escreveu: João e os 10 pés de feijão.

O escritor foi levado à escola pela equipe do projeto Literalux, a qual desenvolve atividades literárias em Paranaguá. Pimenta que estava no SESC de Paranaguá participando de um encontro com estudantes, esticou a programação até o Manoel Viana.

Na escola ele respondeu perguntas e falou sobre a sua trajetória. 

“Eu fico muito feliz em poder participar desta atividade na escola porque o contato com o escritor pode estimular as crianças à leitura. Para mim é enriquecedor, pois a troca de experiências é valida para ambas as partes. Eu só puder conhecer de perto o autor de algum livro que li quando estava na faculdade”, contou. Na ocasião o escritor respondeu várias perguntas e tirou fotos com as crianças.

A professora Ana Paulo  Stamato é a responsável por desenvolver atividades literárias junto aos estudantes do Manoel Viana. “É nessa fase que podemos despertar o gosto pela leitura, por isso realizamos vários projetos nesse sentido. Eles são estimulados a ler de forma espontânea e os resultados tem sido surpreendentes”, contou a professora.

Sobre o escritor

Marcus Aurelius Pimenta nasceu no Brás, na cidade de São Paulo em 1962. Jornalista e roteirista, escreveu peças de teatro e documentários. Como co-autor, escreveu Terra Papagalli, Os Vermes, Futebol é bom pra cachorro e as peças Omelete e Romeu e Julieta: segunda parte.

Também integrou a equipe de roteiristas do quadro Retrato Falado, do Fantástico. Marcus Aurelius Pimenta, trabalhou em programas e séries das redes Globo, Record, Futura e Discovery Kids. Tem duas peças de teatro escritas e dez livros publicados, entre os quais “Terra Papagalli”, “Os Vermes” e “Evangelho de Barrabás”, e a "Coleção Fábrica de Fábulas" - infantojuvenil, todos escritos em parceria com José Roberto Torero. Formou-se em jornalismo pela Universidade Metodista, em 1984. Hoje vive como escritor e roteirista.


Colunistas