conecte-se conosco

Educação

Amanda Roque realiza abertura oficial do “Patas do Bem”

A ideia surgiu da primeira-dama, Amanda Roque, que ganhou um cachorro da raça Golden Retriever, chamado Naruto.

Publicado

em

A quarta-feira, 11, começou oficialmente em Paranaguá uma iniciativa inédita, o projeto Patas do Bem. A ideia surgiu da primeira-dama, Amanda Roque, que ganhou um cachorro da raça Golden Retriever, chamado Naruto, que será treinado e posteriormente utilizado na terapia assistida de crianças com deficiência, idosos e pessoas hospitalizadas.

O projeto conta com a parceria da Equipe Canidea K9, de São José dos Pinhais; Vale da Neblina – Centro de Adestramento Canino, do Rio Grande do Sul; e da Escuela Canina – Balto MDQ, da Argentina.

A primeira-dama, Amanda Roque, contou que a ideia surgiu após a Guarda Civil Municipal de Paranaguá ter dado início a um projeto da Equipe K9 em parceria com o Rondney Mesquita, adestrador conhecido que hoje reside na Cidade de São José dos Pinhais.

“Nós tivemos o prazer de conhecer a Fabiana, adestradora na Argentina, e a Janaína, do Rio Grande do Sul, onde já realizam este belíssimo trabalho de terapia assistida com cães. De pronto, eu abracei o projeto, o qual hoje se torna realidade com a apresentação na última quarta-feira, sendo o primeiro passo de muita alegria e amor a nós e também a muitas crianças e adultos”, afirmou Amanda.

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, prestigiou a abertura do projeto e comentou sobre a felicidade de contribuir com a população por meio dos animais. “A nossa família gosta muito de cachorro e a ideia é importante pelo envolvimento com o animal, para ter um dia feliz no Abrigo dos Idosos, no hospital, em escolas especiais como temos a Eva Cavani e a Apae, é uma terapia importante que surgiu a partir da ideia de minha esposa, eu fico muito feliz e espero que a gente possa colher bons frutos”, disse Marcelo.

Ele ainda aproveitou para convidar a comunidade a ser parceira do projeto. “Já tentaram fazer isso em Paranaguá, mas infelizmente não saiu do papel. Agora, a gente pede para que aqueles que queiram participar, temos muitas pessoas na cidade envolvidas na causa animal, a ONG Amigos Protetores, o vereador Thiago Kutz, que milita nessa causa, quem quiser contribuir aceitamos para podermos trabalhar em conjunto”, acrescentou o prefeito.

TRABALHO COM ANIMAIS

Há 20 anos, a instrutora Fabiana Velez, da Argentina, trabalha com animais e há oito realiza treinamentos para que eles possam atuar na Terapia Assistida (TAA). De acordo com ela, a atividade pode auxiliar em diversas patologias. “Trabalhamos muito com a parte cognitiva emocional, os cachorros podem contribuir em casos de síndrome, funcionando como facilitador social. Outras áreas como a fisioterapia, colabora com a parte motora”, frisou Fabiana.

Segundo ela, “Naruto”, hoje com dois meses, está na parte mais importante que é a socialização. Por isso, durante a abertura do projeto, o fato do animal já estar rodeado de pessoas auxilia no seu treinamento. “Com três meses, a gente pode iniciar um treinamento básico e ele já pode participar de algumas ações. Um cachorro de terapia assistida pode começar a atuar com um ano, quando está completamente formado ou até antes, vai depender muito da dedicação do treinador e do tempo de aprendizagem do cachorro”, explicou Fabiana. 

Todos os cães, de acordo com a especialista, têm capacidade de aprender, mas as raças Golden Retriever e Labrador são bastante utilizadas na terapia assistida devido a suas características. “Imagine se um Rottweiler, pode ser o melhor do mundo, a nível visual, seu impacto é chocante. Por isso, quando temos raças como o Golden e o Labrador, facilita o nível visual, além de algumas características genéticas como, por exemplo, a sua mordida é branda, ou seja, são animais ótimos para trabalhar”, concluiu Fabiana.

PROGRAMAÇÃO

Na quinta-feira, 12, haverá atividades do Patas do Bem na Escola Municipal Joaquim Tramujas, às 14h, com coffee break. Na sexta-feira, 13, a visita será para os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Paranaguá, Escola Maria Nelly Picanço, às 14h. No sábado, 14, a visita será no Asilo de Idosos São Vicente de Paulo a partir das 9h. Ainda no sábado, o projeto realizará atividades com as crianças no Aeroparque, no período da tarde.

Continuar lendo
Publicidade