Connect with us

Educação

Alunos da rede pública aprendem inglês desde cedo

Barbara (Pedagoga) e o professor Joel, de inglês, explicam detalhes do aprendizado na Escola Municipal Manoel Viana

Publicado

em

As crianças começam a aprender a falar e escrever em inglês a partir dos 10 anos de idade nas escolas públicas. Quando ingressam no 4.º  ano do Ensino Fundamental elas são inseridas no universo da língua estrangeira, sendo esta uma das disciplinas preferidas das crianças. 
Isso porque a língua inglesa é encontrada em todas as partes, principalmente nos aplicativos que as crianças e adolescentes baixam nos celulares, através dos jogos ou simplesmente para traduzir uma música. De acordo com o professor de Inglês Joel Silva dos Santos, o qual atua na rede municipal, o objetivo é fazer com que a criança se acostume aos poucos com as novas palavras, com um novo idioma. 
“Eles aprendem por meio de jogos e conversando também. Passam a conhecer os cumprimentos, os números e os dias da semana. Muitos são curiosos e querem saber mais e fazem perguntas depois de terem assistido a algum filme ou ter visto uma palavra diferente na Internet. Hoje em dia está mais comum porque a Internet veio para universalizar o acesso ao inglês, apesar de continuar sendo uma barreira para muitas pessoas. Mas para as crianças é mais fácil aprender. Os alunos se desenvolvem através de um processo dinâmico de construção coletiva de conhecimento”, explica o professor.
Ele também ressalta que falar inglês ajuda na ascensão de carreira, promove a conexão cultural entre países, traz mais segurança e conforto em viagens e oportuniza autonomia aos indivíduos frente a um mundo globalizado. “As escolas devem ensinar mais que o verbo to be e propiciar maior vocabulário e conversação às crianças. Este é o trabalho que tento desenvolver”, complementa.
A pedagoga da Escola Municipal Manoel Viana, Barbara Oliveira Meireles, ressalta que todos têm o acesso ao ensino da língua estrangeira no estabelecimento. “Quando o estudante ingressa no 4.º ano ele já  passa a ter aulas de inglês, uma vez por semana incluindo também os alunos da classe especial. Todos aprendem o básico como o significado das palavras e, em seguida, passam a montar frases. A criança aprende em um contexto natural e espontâneo (adequado à sua faixa etária) por meio de atividades lúdicas e dinâmicas”, destaca a pedagoga. 


Danilo Porto Gonçalves, de 10 anos, gosta de apreender inglês. “Já sei o significado de muitos objetos, os números e as cores. Gosto de aprender porque me interesso pelos aplicativos do celular. Antes eu não sabia quase nada”, conta o menino.


Giovanna Fabricio de Freitas, de 10 anos, contou que tem muito interesse em aprender inglês. “Já sei criar frases, conheço os dias da semana e os cumprimentos. Eu estudava em Curitiba e acho que o ensino de inglês na minha escola daqui é melhor que de lá”, compara.  
 

Continuar lendo
Publicidade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.