conecte-se conosco

Segurança

Governador Ratinho Junior participa da solenidade de aniversário de 51 anos da APMG

Durante o evento, o governador Ratinho Junior recebeu a medalha do Cinquentenário, concedida a autoridades civis e militares que apresentaram relevante constituição em prol da instituição de ensino militar

Publicado

em

A Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) comemorou, na manhã desta terça-feira, 8, 51 anos de criação. A solenidade aconteceu na sede da unidade em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e contou com a presença de autoridades civis e militares, bem como convidados e a comunidade.

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, participou do evento ao lado da primeira-dama, Luciana Saito Massa. Ele recebeu a medalha do Cinquentenário, concedida a autoridades civis e militares que apresentaram relevante constituição em prol da instituição de ensino militar. Como forma de homenagear todas as mulheres que trabalham por um Estado melhor e mais igualitário, a primeira-dama, Luciana Saito Massa, também recebeu a honraria.

Como forma de homenagear todas as mulheres que trabalham por um Estado melhor e mais igualitário, a primeira-dama, Luciana Saito Massa, também recebeu a honraria

“Meu sentimento é de gratidão. Nós temos aqui no Paraná a melhor Polícia Militar do Brasil em razão da excelência do ensino desenvolvido e aplicado pela Academia do Guatupê. A nossa polícia é exemplar por causa da excelência desta academia, respeitada dentro e fora do Brasil”, afirmou Ratinho Junior, que escreveu e colocou no chamado cunhete do tempo (espécie de caixa) uma carta destinada ao governador do Paraná em 2071, ano do centenário da APMG – o material será aberto apenas nesta data.

O governador lembrou que a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) está empenhada em um serviço de melhoramento estrutural da PMPR. Citou como exemplo as recentes trocas de viaturas, a aquisição de 8.950 pistolas modelo 9mm de marca Beretta, de origem italiana, a implantação do auxílio-alimentação de R$ 600 e da escala extrajornada de R$ 180. Ações que, segundo ele, foram fundamentais para conter a violência no Paraná.

Entre os indicadores, Ratinho Junior destacou a redução de 21,93% nas ocorrências de roubos no Paraná nos primeiros nove meses de 2021 se comparado ao mesmo período de 2020, além da diminuição nos crimes de roubo em ambiente público (-23,31%), roubo a comércio (-18,06%) e roubo em residência (-10,15%). Já o número de mortes violentas intencionais caiu 5,7% em 2021. Também citou obras de legado à APMG, como a nova Escola de Formação dos Bombeiros, em reta final de obras.

“É um grande trabalho em defesa das famílias paranaenses e o resultado é a queda dos índices. O Paraná nunca teve indicadores tão baixos ao longo dos 10, 20 últimos anos. E isso é fruto do bom trabalho de treinamento das nossas polícias, com muito planejamento da Secretaria da Segurança”, disse.

O governador lembrou ainda que em um novo passo deste processo de reestruturação, o Governo criou um grupo de trabalho que será responsável por desenvolver a proposta e estabelecer mecanismos para fornecer elementos técnicos e jurídicos para elaboração da lei que vai tratar da correção da tabela de subsídios dos policiais militares.

Secretário de Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares

O Secretário de Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, destacou a importância da instituição. “É um momento muito Importante para a secretaria de Segurança, são 51 anos de uma Academia que é referência para o Brasil inteiro, aqui é harmonia, aqui é formação do profissional da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Então hoje estamos aqui prestando uma homenagem a todos integrante da academia e para a secretaria de Segurança uma satisfação e um grande prazer”, parabenizou Coronel Marinho.

História

A APMG foi inaugurada em 8 de março de 1971 e ao longo das décadas ganhou notoriedade pela excelência no ensino, sendo um centro de instrução, formação, aperfeiçoamento e especialização de policiais e bombeiros militares, ocupando lugar de destaque no ensino de segurança pública no território nacional, e modelo para a América Latina.

“Trabalho, disciplina e estudo. Não é à toa que profissionais do País inteiro disputam uma chance de vir estudar aqui na academia”, ressaltou o secretário de Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares.

A partir de 2018, a academia também passou a ser o órgão responsável pelo planejamento, coordenação, fiscalização e controle das atividades de ensino e de pesquisa desenvolvidas na Polícia Militar. Em 50 anos a instituição formou mais de 20.000 oficiais e praças.

Comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira

 “Muitas pessoas, do Brasil todo, foram formadas por essa casa de ensino. Com o apoio essencial do Estado, vamos formar 60 cadetes por ano”, afirmou o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

Comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, tenente-coronel Waldick Alan de Almeida Garrett

“Formamos paranaenses, brasileiros e até estrangeiros. Daqui, do Guatupê, eles saem preparados, com o melhor ensino possível”, completou o comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, tenente-coronel Waldick Alan de Almeida Garrett.

A Academia Policial Militar do Guatupê conta com modernos estandes de tiro, pista de tiro policial, pista de aplicação militar, amplas salas de aula, salas de ginástica, sala de musculação, sala de lutas, ginásio de esportes, piscina e refeitório com capacidade para atender, simultaneamente, mais de seiscentas pessoas, entre outras instalações fundamentais, que fazem parte do seu conjunto arquitetônico.

Medalhas

Durante o evento foi entregue a Medalha Mérito de Ensino aos professores e instrutores da APMG, militares e civis que atuam nos núcleos de ensino da PM em todo o Estado, como forma de gratidão e reconhecimento pelo empenho e dedicação à instituição. A honraria foi instituída pela portaria do Comandante-Geral nº 1027 de 17 de agosto de 2009 com a finalidade de atribuir reconhecimento aos militares e civis.

A Medalha Mérito de Ensino da APMG foi dividida em: Medalha Policial Militar “Coronel Dagoberto Dulcídio Pereira” e Medalha Bombeiro Militar “Coronel Rene Raul Vegerro Silva”.

Fechamento do cunhete do tempo

Tenente-Coronel Waldick Alan de Almeida Garrett, falou sobre o fechamento do cunhete do tempo. “Nós encerramos nesta data o Cinquentenário, rumo ao Centenário da APMG e aquele cunhe-te tem objetos, e hoje foi simbólico, pois temos que preparar todo aquele  material para aguentar 50 anos, e em 2071, será aberto. Ali por exemplo tem a carta do governador para o governador de 2071, do comandante geral para o comandante de 2071, minha carta para o comandante da APMG, então a gente fala um pouco do momento nosso, colocando também fotos lá dentro para que eles possam ter um material histórico, e entender o momento atual que vivemos”, explica o tenente-coronel Garrett.

Homenageados durante os festejos de 51 anos da APMG

Medalha do Cinquentenário

Governador Carlos Massa Ratinho Junior

Primeira-dama Luciana Saito Massa

Vice-prefeito Eduardo Pimentel Slaviero

Deputado estadual Tiago Amaral

Secretário estadual da Casa Civil João Carlos Ortega

Secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e Turismo Márcio Nunes

Juiz Leonardo Bechara Stancioli

Coordenador da Defesa Civil do Paraná Raimundo Fernando Schunig

Coordenador CONSEGS Chehade Elias Geha

Sr. Izaquiel Leal Miranda

Ten-Cel. QOBM Adriano de Mello

Cap. QOM Elizeu da Silva

Presenças

Participaram do evento o vice-governador Darci Piana; os secretários João Carlos Ortega (Casa Civil), tenente-coronel Sérgio Vieira Benício (Casa Militar) e Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo); o subcomandante da PMPR, Coronel Rui Noé Barroso Torres; o coordenador da Defesa Civil do Paraná, Coronel Fernando Schunig; o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Junior; o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; os deputados estaduais Tiago Amaral e Soldado Adriano José; o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, José Laurindo de Souza Netto; o juiz auditor da Vara da Auditoria da Justiça Militar Estadual, Leonardo Bechara Stancioli; além de demais representantes da PMPR e das Forças de Segurança do Estado.

Leia a carta que o governador Ratinho Junior depositou no cunhete do tempo

Ao Exmo. Sr. Governador do Estado do Paraná do ano de 2071

Hoje, 8 de março de 2022, a Academia Militar do Guatupê celebra 51 anos. São cinco décadas cumprindo a missão de preparar militares estaduais qualificados para servir o povo do Paraná. Neste período, foram formados mais de 20.000 oficiais e praças.

Os que em 2022 estão estudando na Academia serão os futuros comandantes do nosso corpo de segurança e, quando esta carta for aberta, mesmo não estando mais na ativa, serão exemplo da visão que desde o início norteia a instituição, de valorização do ensino, aperfeiçoamento constante e planejamento a longo prazo.

A Academia Militar do Guatupê foca na pesquisa e na excelência da educação e no aperfeiçoamento profissional de policiais e bombeiros militares para que possam enfrentar não só os desafios atuais, mas também os que estão por vir. Daqui saem preparados com conhecimento, técnica e equilíbrio, atributos fundamentais no combate ao crime e na preservação de vidas.

Temos muito orgulho de tudo que foi realizado nos últimos 51 anos e tenho certeza de que todos também estarão orgulhosos em 2071.

Ao futuro governador, deixo meu desejo de muito sucesso na condução do Paraná, e à Academia Militar do Guatupê, reforço a confiança de que a segurança do nosso Estado está em boas mãos.

Carlos Massa Ratinho Junior

Governador do Estado do Paraná

Com informações AEN

Continuar lendo
Publicidade