conecte-se conosco

Portos do Paraná

Portos do Paraná investe R$ 80 milhões em obras de melhorias nas cidades do Litoral

Viaduto Nelson Buffara, na entrada de Paranaguá, onde a BR-277 se divide entre as avenidas Ayrton Senna e Bento Rocha teve investimento R$ 14,1 milhões

Publicado

em

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A Portos do Paraná investiu quase R$ 80 milhões em obras urbanas voltadas para a comunidade desde 2019. As melhorias em Paranaguá, Antonina e nas ilhas da região incluem a construção de um viaduto, recuperação de ruas e novos trapiches. Com limites de atuação, impostos pela legislação, a empresa pública trabalha para minimizar os impactos negativos da atividade portuária e beneficiar a comunidade do Litoral, uma das orientações da gestão.

“Os portos seguem uma série de leis e normativas próprias que impedem que a autoridade portuária realize obras de melhorias fora da área portuária. Mas uma das determinações do governador Carlos Massa Ratinho Junior foi encontrar alternativas, através de convênios com as prefeituras e órgãos de governo, para fazer o que fosse possível, concentrando parte dos investimentos em melhorias urbanas”, conta o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

Foi assim que o porto conseguiu entregar, no fim de 2019, o viaduto Nelson Buffara, na entrada de Paranaguá, onde a BR-277 se divide entre as avenidas Ayrton Senna e Bento Rocha. Com investimento R$ 14,1 milhões em recursos da empresa pública, a obra foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), com anuência dos órgãos fiscalizadores.

A Avenida Bento Rocha, no trecho da ponte do Rio Emboguaçu até a avenida portuária, também recebeu melhorias através do convênio com o DER. Os investimentos da Portos do Paraná somaram R$ 14,6 milhões e incluíram a pavimentação de concreto, readequação do sistema de drenagem, nova sinalização vertical e horizontal e nova ciclovia.

A autoridade portuária custeou, ainda, o projeto executivo para a revitalização e ampliação da capacidade da avenida Ayrton Senna da Silva, que prevê a implantação de marginais, quatro novos viadutos, além de nova ciclovia e iluminação nos oito quilômetros de extensão do trecho entre o entroncamento com a BR-277 e o Porto de Paranaguá.

O investimento na elaboração dos projetos foi de cerca de R$ 1,6 milhão e o projeto foi entregue para a Empresa de Planejamento e Logística (EPL), do governo federal, para inclusão das obras no rol de obrigações do vencedor da nova concessão das rodovias do Paraná.

Neste semestre, o Porto de Paranaguá deu início às obras de recuperação das principais vias que dão acesso ao cais. Estão sendo investidos aproximadamente R$ 4 milhões, que incluem também as proximidades do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio, que reúne uma das celebrações mais populares do Paraná.       

TRAPICHES

A empresa pública também está reformando ou construindo 14 estruturas de trapiches para ilhas da região de Paranaguá e Antonina. Já foram realizadas obras nos trapiches da Ilha do Mel (Encantadas e Brasília) e estão em execução as estruturas da Ilha dos Valadares (Passarela e Itiberê), Rocio, Antonina (Ponta da Pita e Portinho). O investimento total da empresa pública gira em torno de R$ 25 milhões.

Portos do Paraná investe R$ 80 milhões em obras de melhorias nas cidades do Litoral
Foto: Rodrigo Félix Leal/Seil

Em breve serão iniciadas a execução das obras em mais seis comunidades marítimas: Amparo, Europinha, Eufrasina, Ilha do Teixeira, Piaçaguera e Vila Maciel. Para essa fase o investimento está estimado em R$ 20 milhões e as obras devem ser iniciadas no segundo semestre.

INVESTIMENTOS

Além desses investimentos urbanos, a Portos do Paraná mantém investimentos milionários no sistema de dragagem e modernização da sua estrutura (Moegão e Corredor de Exportação), com impacto direto sobre a atividade do comércio internacional, e em programas socioambientais para proteção de fauna, flora e das comunidades tradicionais do Litoral do Paraná.