conecte-se conosco

Polícia

Taxista é executado com vários tiros no Emboguaçu em Paranaguá

O taxista Marcelo Alves dos Santos, de 36 anos, morador na região do Bockmann, foi morto a tiros quando caminhava por um acesso lateral da Avenida Tufi Maron, no bairro Emboguaçu

Publicado

em

Foto: Redes Sociais

Equipes da Polícia Militar foram acionadas na manhã desta segunda-feira, 2, por volta das 7h10, para atender uma ocorrência de disparos de arma de fogo, no bairro Emboguaçu, em Paranaguá.

Os solicitantes relataram através da central 190, que um homem foi surpreendido por dois suspeitos armados e alvejado por vários tiros. A vítima caminhava por um acesso lateral da Avenida Tufi Maron, quando foi atingida.

Foto: Ilha do Mel FM

Ao chegar no endereço indicado, os policiais encontraram Marcelo Alves dos Santos, de 36 anos, morador na região do Bockmann, caído na calçada.

Socorristas do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, também acionados para a ocorrência, constataram o óbito.

De acordo com testemunhas, os dois indivíduos que atiraram na direção da vítima fugiram correndo.

TAXISTA

Enquanto isolavam a área do crime, os policiais descobriram que a vítima era taxista e que seu veículo estava estacionado na frente de um bar, a poucos metros do corpo.

Foto: Ilha do Mel FM

Nenhum disparo atingiu o veículo Renault Sandero, cor prata, prefixo 026.

PERÍCIA

O perito da Criminalística que realizou a coleta de material e analisou o local do homicídio não encontrou nenhum estojo de munição.

Após a perícia, o corpo de Marcelo, que era conhecido como “Baby” foi encaminhado para a sede do IML – Instituto Médico Legal de Paranaguá, onde vai passar por exames complementares.

36.º HOMICÍDIO

Foto: Redes Sociais

Foi o 36.º homicídio registrado no litoral em 2022. Paranaguá é a cidade da região com o maior número de casos, são 19 assassinatos.

INVESTIGAÇÃO

Policiais civis estiveram no local do crime e começaram a investigar o homicídio.

De acordo com informações apuradas pelo nosso departamento de jornalismo, Marcelo “Baby” teria envolvimento com a morte de Murilo Aurélio do Rosário Pereira, de 34 anos, encontrado por populares caído na frente de uma casa na Rua Wismar Alves, na Vila Alboit, na madrugada do dia 21 de abril.

Murilo foi assassinado com um tiro no pescoço.

No dia do crime, moradores da região flagraram um táxi saindo em alta velocidade do bairro.