conecte-se conosco

Polícia

Receita Federal apreende 15 quilos de cocaína no terminal de contêineres de Paranaguá

Foi a sexta apreensão de cocaína realizada pela Receita Federal este ano no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP)

Publicado

em

Servidores da Receita Federal que atuam na alfândega do Porto de Paranaguá apreenderam na manhã desta segunda-feira, 30, cerca de 15 quilos de cocaína. A droga estava escondida no compartimento que abriga o motor de um contêiner refrigerado.

Foi a sexta apreensão realizada no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), esse ano.

Em 2022, o órgão federal de fiscalização aduaneira já apreendeu quase 300 quilos do entorpecente.

ESPANHA

Os tabletes da droga estavam escondidos no compartimento que abriga o motor de um contêiner refrigerado que seria enviado para o porto de Algeciras, na Espanha

O contêiner onde os tabletes de cocaína estavam escondidos seria enviado para o porto de Algeciras, na Espanha.

SCANNER

Em 2022, a Receita Federal já apreendeu quase 300 quilos da droga no terminal portuário

O entorpecente foi encontrado durante o trabalho rotineiro de fiscalização realizado pelos servidores da Receita Federal e que conta com imagens de alta definição de um scanner.

O equipamento é usado na verificação das estruturas e cargas que são movimentadas no terminal portuário.

Foi a sexta apreensão de cocaína realizada pela Receita Federal este ano no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP)

A inspeção por scanners é uma das medidas adotadas pela Receita Federal para agilizar a fiscalização das mercadorias de maneira não invasiva e ao mesmo tempo combater o envio ou recebimento de drogas ou materiais ilegais através das alfandegas brasileira.