conecte-se conosco

Polícia

Polícia Federal deflagra operação de combate e repressão ao crime de abuso sexual de crianças e de adolescentes

Uma pessoa foi presa, em flagrante, por armazenar arquivos pornográficos envolvendo menores de idade, além de haver suspeita de ela ser a própria produtora do material

Publicado

em

Foto: Ilustrativa

A Delegacia de Polícia Federal em Paranaguá, com o apoio da Delegacia de Polícia Federal de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, deflagrou na manhã desta quarta-feira, 18, a Operação Harpócrates, com foco na repressão ao abuso sexual de crianças e de adolescentes e à divulgação de conteúdo pornográfico infanto-juvenil na internet.

A investigação teve início, após o encaminhamento à Polícia Federal, de um relatório da National Center for Missing and Exploited Children – NCMEC reportando a possível produção, armazenamento e compartilhamento na internet de imagens com conteúdo pedófilo por pessoa que, na época (2018-2019), residia na cidade de Guaratuba.

O trabalho dos policiais federais conseguiu comprovar o vínculo entre o material ilícito identificado e o suspeito por sua manipulação. As equipes também descobriram o atual paradeiro do indivíduo.

Os policiais cumpriram dois mandados de busca e apreensão na cidade paulista de Ribeirão Preto. Os documentos foram expedidos pela 9ª Vara Federal de Curitiba, após representação da autoridade policial e manifestação favorável do Ministério Público Federal.

Com a sequência das investigações, a Polícia Federal pretende esclarecer a autoria do delito, a identidade das vítimas, o alcance do compartilhamento das imagens, bem como, identificar novas condutas ilícitas praticadas pelos envolvidos.

PRISÃO

Uma pessoa foi presa, em flagrante, por armazenar arquivos pornográficos envolvendo menores de idade, além de haver suspeita de ela ser a própria produtora do material.

OPERAÇÃO HARPÓCRATES

O nome da operação tem como referência o Deus Harpócrates, uma adaptação dos antigos gregos a partir da representação infantil do Deus egípcio Hórus, cuja imagem era de um menino com o dedo em frente a boca, indicando sinal de silêncio. É uma alusão as crianças que sofrem abusos de pessoas próximas e que, com isso, têm sua voz silenciada por aqueles que as deveriam proteger.

DIA DE COMBATE AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Nesta quarta-feira, 18 de maio, data que foi instituído pela Lei 9.970/00, o Dia do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, devemos lembrar a sociedade sobre o dever coletivo de proteger e cuidar desse público.

A luta contra a violência infanto-juvenil é de todos nós. Fiquem atentos. Em caso de suspeita de violência, abuso ou negligência, denuncie!

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR