Connect with us

Polícia

Gritos de socorro levam policiais militares até apartamento que servia de depósito de drogas

Publicado

em

Gritos de socorro

Uma ligação telefônica, realizada para o 190, da Polícia Militar, na noite de segunda-feira, 19, por volta das 23h, levou equipes da ROTAM – Rondas Ostensivas Tático Móvel até um conjunto habitacional, no Parque São João, onde uma pessoa, que estaria dentro de um apartamento, gritava por socorro.

Enquanto atendia o telefonema, o militar que atua no COPOM – Centro de Operações Policiais Militares, conseguiu ouvir o pedido de ajuda e através do rádio, repassou a ocorrência para equipes que estavam na rua.

Imediatamente uma viatura da ROTAM foi até o endereço indicado, na Rua Tertuliana da Cruz Santos e conseguiu encontrar o apartamento onde a suposta vítima estava. Do lado de fora do imóvel, era possível ouvir o volume alto de um aparelho de som.

Os policiais bateram na porta do apartamento e foram recebidos por Ruan Luiz Mendes Baltazar, de 24 anos. O rapaz confirmou que estava sozinho no local e desconhecia qualquer tipo de pedido de ajuda ou gritos de socorro.

Enquanto conversavam com Ruan, na porta do apartamento, os militares conseguiram visualizar, em cima do sofá da sala, vários pedaços de crack e em uma estante, porções de maconha.

Indagado sobre a droga, o rapaz disse que não eram dele.

Diante da situação suspeita e temendo que alguém em situação de perigo estivesse dentro do imóvel, a equipe entrou no apartamento e começou uma revista nos cômodos.

No primeiro quarto revistado, os policiais encontraram um colete balístico jogado no chão. Em outro cômodo, dentro de uma geladeira, as equipes apreenderam dois tabletes grandes de maconha.

Foram apreendidas ainda, no interior do apartamento, várias porções de crack, maconha e cocaína, embaladas e prontas para comercialização, uma balança de precisão, lâminas, usadas para cortar a droga e certa quantia em dinheiro.

Um caderno com anotações do tráfico também foi recolhido pelos policiais militares.

Ao todo foram apreendidos mais de dois quilos de maconha, cerca de 290 gramas de cocaína e 250 gramas de crack.

Ruan Luiz Mendes Baltazar recebeu voz de prisão e foi encaminhado, com o entorpecente apreendido, para o plantão da Polícia Civil.