conecte-se conosco

Polícia

Foragido da Justiça acusado de homicídio é preso em ação integrada no Beco da Mostarda em Paranaguá

Publicado

em

Eduardo Henrique Galvão da Silva, de 20 anos, foi preso na noite de sexta-feira, 2, durante uma ação integrada que envolveu equipes da Polícia Civil e Polícia Militar, no bairro Emboguaçu, em Paranaguá.

Considerado o principal suspeito da morte de Edison Braga, de 27 anos, conhecido como “Corvinho”, ocorrida no dia 15 de abril deste ano, contra Eduardo havia um mandado de prisão em aberto. O documento foi expedido pela Justiça local.

CRACK

Guarnições da ROTAM – Rondas Ostensivas Tático Móvel, e agente da ALI – Agência Local de Inteligência, da Polícia Militar, realizavam diligências na região conhecida como “Beco da Mostarda”, na Rua Balduína de Andrade Lobo, quando encontraram Eduardo sentado na frente de um imóvel.

Abordado e revistado, com ele foram encontradas mais de 100 pedras de crack e uma porção de maconha.

Durante a identificação oficial, ainda no local onde a abordagem aconteceu, os militares constataram que havia um mandado de prisão em aberto contra Eduardo.

Preso, ele foi encaminhado para o plantão da Polícia Civil e logo em seguida, conduzido para a Cadeia Pública de Paranaguá, onde permanece a disposição da Justiça.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil, Ivan da Silva, que coordenou a investigação, “a integração das forças de segurança é fundamental no combate ao crime e é essencial para dar uma resposta implacável aos criminosos, garantindo a segurança e a tranquilidade da população”.

RELEMBRE O CASO

Edison Braga, de 27 anos, vulgo “Corvinho”, foi morto com vários disparos de arma de fogo, na tarde do dia 15 de abril deste ano, na localidade conhecida como Beco da Mostarda, no bairro Emboguaçu, em Paranaguá.

“Corvinho” foi surpreendido pelo assassino enquanto caminhava pela Travessa Vinte e Nove empurrando uma bicicleta. O suspeito teria sacado um revólver e atirado cinco vezes na direção da vítima. Os tiros atingiram a região da cabeça, tórax e costas. Gravemente ferido, Edison morreu no local. O autor dos disparos fugiu correndo.

DENÚNCIAS

Qualquer informação sobre crimes ocorridos na cidade e informações sobre suspeitos e seus paradeiros devem ser repassadas anonimamente pelo telefone 181, Disque Denúncia da Secretaria Estadual da Segurança Pública ou pelo WhatsApp da Polícia Civil através do número (41) 3420-3612.

A Polícia Militar também mantêm um WhatsApp para o recebimento de denúncias. Mensagens de voz, fotos e vídeos devem enviados para (41) 99262-9790, em caso de emergência, o cidadão deve ligar imediatamente para o 190 da corporação.

Em alta

plugins premium WordPress