Connect with us

Polícia

Ação conjunta apreende duas armas de fogo e drogas em Morretes

Publicado

em

Ação conjunta apreende duas armas de fogo e drogas em Morretes

Uma ação conjunta, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 20, por equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar, que atuam na cidade de Morretes, e que contou com o apoio de unidades especializadas da ROTAM – Rondas Ostensivas Tático Móvel, e do Setor de Inteligência da PM, cumpriu um mandado de busca e apreensão expedidos pela Justiça local. Durante a operação, que contou com cerca de 20 policiais, houve apreensão de duas armas de fogo e drogas. Dois homens foram presos.

MANDADO

Em uma casa, situada na localidade conhecida como Estrada do Candonga, no Rio Sagrado, zona Rural de Morretes, e que seria o principal alvo das equipes, os policiais prenderam Célio Rodrigues da Luz, de 41anos.

O homem, ao perceber a aproximação das equipes, tentou dispensar um revólver calibre .38, com seis munições intactas. Ele jogou a arma por uma janela, nos fundos do imóvel, que fica em um acesso para a Cachoeira do Jajá.

Como a residência estava cercada, os policiais flagraram a situação e recolheram o revólver. Logo em seguida, abordaram o suspeito, que recebeu voz de prisão.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão as equipes recolheram dentro da casa onde Célio estava, 18 munições de calibre .38, uma porção de maconha, certa quantia em dinheiro trocado, dois dechavadores, equipamento usado para preparar entorpecente, e um DVR, que armazenava imagens do sistema de monitoramento, instalado na residência.

Enquanto realizavam os procedimentos necessários, ainda no local onde a ação aconteceu, parte dos policiais que participavam da operação conjunta foram até uma casa onde o irmão de Célio estava. O homem, conhecido como Zélio, também era indicado em denúncias anônimas repassadas para o número 181, o Disque Denúncia, da Secretaria Estadual de Segurança Publica.

Ao se aproximar do imóvel, as equipes entraram em contato com um homem, que disse ser o proprietário da residência. Ele confirmou que Zélio estava dentro da casa e liberou a entrada dos policiais.

Uma equipe entrou na residência, enquanto outros policiais cercavam o imóvel. Neste momento, Zélio abriu a janela de um quarto e dispensou um pote plástico com 68 pedras de crack e 7 buchas de maconha, embaladas e prontas para comercialização. Um cigarro do entorpecente também foi apreendido.

Indagado sobre armas de fogo que poderiam estar escondidas na casa, Zélio Rodrigues da Silva, de 39 anos, disse que em um rancho, que seria do seu irmão, os policiais encontrariam uma espingarda.

As equipes foram até o local indicado e apreenderam uma espingarda calibre .32.

Todo o material apreendido e os dois homens presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Morretes, onde estão a disposição da Justiça.

Leia também: PCPR recupera carga de panetones importados avaliada em R$300 mil na RMC