conecte-se conosco

Litoral

Programa de habitação social construirá 50 casas em Pontal do Paraná

Iniciativa foi criada pela atual gestão com foco na habitação popular

Publicado

em

Foto: Prefeitura de Pontal do Paraná/Divulgação

A Prefeitura de Pontal do Paraná realizou o lançamento do Programa Habita Mais Pontal do Paraná (Habita+PPr), algo que aconteceu no  Centro Municipal de Capacitação, no balneário Praia de Leste, e que faz parte da agenda comemorativa dos 28 anos do município. O prefeito Rudisney Gimenes Filho, o “Rudão Gimenes”, assinou no evento o edital de publicação de licitação prevendo a construção das primeiras 50 casas do programa de habitação social e popular implantado pela atual gestão.

O prefeito esteve no evento junto à vice-prefeita, Patrícia Millo Marcomini, à secretária municipal de Direitos Humanos e Defesa da Cidadania, Nega Borges, bem como da procuradora-geral Vergínia Mara Pedroso, de secretários municipais e de centenas de pessoas no auditório. Rudão Gimenes também fez o anúncio do lançamento do projeto Habita Servidor Público “viabilizado aos servidores municipais que ainda não possuem casa própria, e também realizou a entrega de mais de 130 títulos de propriedade para moradores da Figueira, no Balneário Shangri-lá, comunidade que há mais de dez anos reivindicava a regularização fundiária no local”, acrescenta. 

O prefeito salientou políticas públicas implantadas em Pontal do Paraná no setor de habitação, agradecendo a equipe de trabalho e reforçando o compromisso assumido por ele e sua gestão em construir casas para a população, bem como criar uma secretaria comprometida com regularização fundiária e habitação, algo feito na reforma administrativa municipal. “É um dia histórico para nossa cidade. Regularizamos uma área ocupada há mais de dez anos e lançamos um programa habitacional que há mais de dez anos não se fazia. Viemos para fazer a diferença, reorganizar nossa cidade, transformar a realidade e mudar a vida das pessoas”, ressalta.

“Construir uma casa e dar segurança pra quem mora de que ela terá um comprovante de endereço para apresentar no posto de saúde, na creche, na escola, isso é trazer dignidade e dar esperança de dias melhores, é semear o bem”, ressalta Rudão. O gestor municipal afirmou que esse é o primeiro passo para a implementação de um grande projeto em Pontal do Paraná. “Queremos na sequência junto à Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná) e Governo Federal atingir nossa meta de 300 casas”, ressalta.Na solenidade, o prefeito também fez a entrega de 130 títulos de propriedade a moradores da comunidade Figueira, do balneário Shangri-lá.

Licitação prevista para dezembro

No lançamento do programa também foi feita a entrega de 130 títulos de propriedade a moradores da comunidade Figueira (Foto: Prefeitura de Pontal do Paraná/Divulgação)

Segundo o município, a licitação para construção das 50 novas residências está prevista para ocorrer já em 12 de dezembro de 2023. “Serão casas de 42m² com lage, dois quartos, cozinha e sala integradas, com tanquinho na parte de trás, com muros nas laterais e calçadas com toda a dignidade para uma família morar. Os locais são áreas de interesse público no Balneário Pontal do Sul e a ampliação do programa deve levar futuras construções a outras regiões da cidade”, detalha. 

“O lançamento do Programa Habita + PPr é uma iniciativa da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Defesa da Cidadania – criada em 2023 com objetivo de promover políticas visando à habitação social e popular na cidade – e participação da Secretaria de Projetos e Planejamento Urbano”, finaliza a Prefeitura de Pontal do Paraná.

Com informações da Prefeitura de Pontal do Paraná

plugins premium WordPress