Connect with us

Litoral

Marinha emite alerta de frente fria e ressaca no litoral do Paraná

Ondas de até quatro metros deverão ocorrer na região entre a quarta-feira, 8 e quinta-feira, 9 (Foto: Almir Alves – Facebook: Matinhos agora.)

Publicado

em

Na tarde desta segunda-feira, 6, a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) e do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), emitiu um alerta de frente fria e ressaca, fenômenos que deverão ocorrer no litoral do Paraná entre a quarta-feira, 8, e a quinta-feira, 9. Ondas de até quatro metros devem atingir a costa paranaense, com a Marinha alertando aos navegantes para redobrar os cuidados ao se fazerem ao mar.

“Os ventos associados a esse sistema poderão suscitar agitação marítima nos dias 8 e 9 de abril e ondas de direção Sul a Sudeste com até 4,0 metros de altura”, afirma a Marinha, abrangendo alerta para o todo o litoral do Paraná, bem como parte da costa do Rio de Janeiro e de Santa Catarina. “Há condições favoráveis à ocorrência de ressaca, com ondas de até três metros de altura, para a faixa litorânea compreendida entre os estados do Rio Grande do Sul e do Rio de janeiro, ao sul do Cabo de São Tomé, entre o dia 8 de abril pela manhã e o dia 9 de abril à noite”, complementa, algo que abrange toda a costa paranaense.

“A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo. Adicionalmente, as informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo “Boletim ao Mar”, disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para o sistema iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR)”, ressalta o CHM.

“Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio”, finaliza a Marinha.