Connect with us

Infraestrutura

Modernização, eficiência e competitividade marcam a empresa pública Portos do Paraná

Portos do Paraná licitou o terminal destinado à movimentação e armazenagem de veículos (Foto: Rodrigo Félix Leal/AEN)

Publicado

em

Modernização, eficiência e competitividade marcam a empresa pública Portos do Paraná

Aconteceu na sexta-feira, 18, em São Paulo, na Bolsa de Valores do Brasil, o leilão, na B3, do terminal PAR12, destinado à movimentação e armazenagem de cargas roll-on/roll-off de veículos, no Porto de Paranaguá. A área tem 74 mil metros quadrados e capacidade para 4 mil vagas. O arrendamento é no modelo sem estrutura física (greenfield), com prazo de 25 anos, a critério do Poder Concedente. A estimativa de custos de investimento (Capex) é de R$ 22,2 milhões. O leilão foi arrematado por R$ 25 milhões pela empresa Ascensus Gestão e Participações, representada pela corretora Itaú.

A autoridade portuária paranaense é a primeira do Brasil a leiloar um terminal em seu porto. A empresa pública Portos do Paraná recebeu autonomia para administrar os contratos de exploração de áreas em agosto de 2019.

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, cumprimentou as demais autoridades presentes, a equipe da Portos do Paraná e os participantes do leilão. Para ele, o resultado atingiu os objetivos. “Estamos honrados de mais uma vez participar da B3, já é a 4.ª vez que o Paraná participa nesse prazo de quase dois anos. Tivemos a Copel Telecom há poucos dias, a área de celulose da Portos do Paraná, hoje mais uma área importante do porto, que é considerado pelo Ministério da Infraestrutura como o melhor porto do Brasil na sua gestão. Além disso, somos o único porto do Brasil que tem a independência até então, conquistamos essa oportunidade e honra de poder ter sua independência administrativa através da confiança do Ministério da Infraestrutura”, afirmou o governador.

Segundo ele, o objetivo é fazer com que o Estado seja o hub logístico da América do Sul. “Pelo Paraná geograficamente estar no centro de 70% do PIB, somos o elo do Sul com o Sudeste do Brasil, que também é o grande consumidor e produtor de riqueza desse País. Estamos investindo muito no setor aeroportuário, teremos um leilão grande a partir de abril; em rodovias, tem quatro bilhões em melhorias na infraestrutura do Estado com faixas, duplicações, trincheiras, viadutos. E os nossos portos de Paranaguá e Antonina, crescendo muito com esses investimentos. Agradeço a confiança dos investidores na Portos do Paraná e de todos no nosso Estado”, evidenciou o governador Ratinho Júnior.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, ressaltou a parceria com a Antaq e com o Ministério de Infraestrutura. “Fomos o primeiro porto a receber a delegação de competência e esse apoio foi fundamental. O porto está preparado para novas licitações, temos cinco áreas já para o próximo ano, estamos aí para somar com a logística do País. Temos um recorde histórico este ano, rompemos a barreira de 53 milhões no mês de novembro, muitos resultados positivos em um ano diferente”, afirmou Garcia.

Após a realização desses certames mencionados por Garcia, os portos paranaenses passarão a ter todas as áreas regularizadas. “Dessas cinco áreas, duas foram aprovadas em consulta pública na data de quinta-feira, 17, pela agência reguladora, uma área de líquidos e uma de carga geral, movimentação dedicada ao açúcar ensacado. Ainda temos mais três áreas de granel e exportação que serão abertas para consulta pública no primeiro semestre de 2021, na expectativa de terminarmos todos os processos burocráticos e abrir os leilões no segundo semestre do próximo ano”.

O resultado do leilão de veículo, para Garcia, foi satisfatório. “Em 2018 foi feito uma licitação semelhante e não houve interessados no mercado. E esse fator da presença de três interessados com um valor que supera o de investimentos, sem dúvida, nos surpreendeu positivamente”, reiterou o diretor-presidente da Portos do Paraná.

Veículos 

O arrendamento tem prazo de 25 anos, podendo ser prorrogado, a critério do poder concedente e dos termos do edital. A demanda prevista, neste período, é crescente e pode chegar a 448.716 veículos, no ano de 2045.

Os cenários e projeção de demanda fez parte do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), feito pela Empresa de Planejamento e Logística S.A, vinculada ao Ministério da Infraestrutura.

Terminais paranaenses em 2020 se destacaram em premiação nacional 

A empresa Portos do Paraná tem a melhor gestão pública do País. O reconhecimento foi feito pelo governo federal na premiação “Portos + Brasil”, pelo Ministério da Infraestrutura. Vencedora em duas das quatro categorias, a empresa pública paranaense liderou o ranking nacional nas práticas de mercado e em gestão.

Paraná alcançou a maior nota no Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP): 98,5 pontos. 

A Portos do Paraná ainda ganhou na categoria Execução dos Investimentos Planejados, com índice de 81,8%. O conceito é importante para mensurar a proporção do orçamento de investimento disponível que foi efetivamente executada pela autoridade portuária.

Investimentos

A empresa pública deve investir R$ 609 milhões em obras de infraestrutura terrestre e marítima nos próximos anos. Somente no programa de dragagem continuada serão R$ 403,3 milhões nos próximos cinco anos. Também estão em andamento o projeto executivo do novo Corredor de Exportação; a reforma do Píer de Inflamáveis (R$ 28,5 milhões); e a derrocagem da Pedra da Palangana (R$ 23,2 milhões), entre outros.

Leia também: Terminal de Contêineres de Paranaguá tem calado operacional ampliado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.