Connect with us

Infraestrutura

Governo do Estado investe mais de R$ 737 milhões no litoral

Benfeitorias abrangem Matinhos e ampliação no Porto de Paranaguá (Foto: AEN)

Publicado

em

Governo investe no litoral

Recentemente, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior e sua equipe do governo estadual anunciaram cerca de R$ 737 milhões em obras públicas no litoral do Paraná abrangendo avanços logísticos, turísticos e com foco na mobilidade urbana. A maior obra que ainda será concretizada será a revitalização da orla de Matinhos que terá investimento público de R$ 513 milhões do Estado, e que foi anunciada pelo governador no último dia 16. Um avanço já concretizado foi a inauguração do novo berço 201 do Porto de Paranaguá inaugurado na terça-feira, 22, concretizado com recursos de R$ 201,7 milhões. Por fim, mais um investimento anunciado neste mês foi a assinatura de contrato e Ordem de Serviço para as obras de derrocamento submarino e aprofundamento do canal de acesso do Porto, algo orçado em R$ 23,2 milhões.

“A nossa preocupação era transformar o litoral do Paraná em um local com desenvolvimento econômico, sustentável, gastronômico e turístico”, ressalta o governador Ratinho Júnior, destacando que ele não iria ver Santa Catarina seguir evoluindo e o litoral paranaense estar estagnado.

“Começamos um trabalho de planejamento estratégico de investimento que passa pelo Porto de Paranaguá, até porque o Porto é a nossa grande locomotiva de desenvolvimento econômico do Estado”, afirmou o governador Ratinho Júnior, em solenidade de inauguração do novo berço do Porto de Paranaguá.

“O Porto é a grande vocação econômica do litoral e, em especial, de Paranaguá. A partir do momento que você tem um aumento de capacidade, você precisa de novos equipamentos e tecnologias, mas atrás destes equipamentos é preciso gente, de pessoas, de trabalhadores preparados para tocar todo este aumento de capacidade. Automaticamente existe um ganho para a cidade de Paranaguá e o litoral que é justamente com novas contratações com esta ampliação”, complementa o governador.

“A engorda da orla é algo muito sonhado, um projeto de 1996 que nós resgatamos, modernizado, reestudamos e estamos hoje com mais de meio bilhão em caixa para fazer estes investimentos que são muito importantes para o nosso litoral”, explica, ressaltando, ainda, estudos para revitalização da Avenida JK em Matinhos e estudos para construção da ponte para Guaratuba, destacando o viés judicial complicado para a concretização da estrutura. “Vamos trabalhar para que possamos contratar a empresa para fazer o projeto arquitetônico desta ponte”, completa.

“A nossa preocupação era transformar o litoral do Paraná no desenvolvimento econômico, sustentável, gastronômico e turístico”, ressalta o governador Ratinho Júnior

Matinhos

De acordo com o Estado, o projeto da revitalização da orla de Matinhos inclui intervenções de um trecho de 10 quilômetros da orla e a engorda de uma extensão de 7,5 quilômetros da faixa de areia, com cerca de R$ 513 milhões de investimento. “Faremos investimentos pesados para recuperar o litoral, melhorar o IDH e o desenvolvimento da região, sempre cuidando da preservação do meio ambiente, com projetos sustentáveis como este”, explicou o governador. “A reurbanização vai melhorar a estética, mas o mais importante é o que está embaixo da terra, que são as macro e micro drenagens que evitam enchentes”, complementa.

“As intervenções incluem a implantação de estruturas semirrígidas no canal da Avenida Paraná, no desemboque do Rio Matinhos e na praia de Saint Etienne, no espigão ao norte da Praia Brava e nas estruturas de pedras feitas para reter a areia (headlands) localizadas nos balneários Saint Etienne e Riviera. Também estão previstos projetos de paisagismo ao longo de 10 quilômetros da orla, entre a Avenida Paraná e a Avenida Beira-Mar, com novos quiosques, pistas de caminhada, ciclovias, sinalização, passarelas e áreas de restinga. O trecho também ganhará uma nova pavimentação, com sinalização e calçadas com acessibilidade”, afirma a assessoria do governo estadual.

Além disso, serão instaladas estruturas marítimas nas áreas de orla para manter a areia após engordamento. “A última fase da revitalização é o engordamento da faixa de areia em três trechos da orla, que somam 7,5 quilômetros: na Praia Brava de Caiobá, do Pico de Matinhos até o Mercado do Peixe e nos balneários Riviera, Flórida e Saint Etienne. Serão utilizados 3 milhões de metros cúbicos de areia, formando uma faixa de 80 metros a 100 metros de largura”, complementa.

Ampliação e melhorias no Porto

Na terça-feira, 22, o governador inaugurou o novo berço do terminal, obra concluída e em operação que teve investimento de R$ 201,7 milhões da empresa pública Portos do Paraná e que irá aumentar a capacidade de movimentação em 140%, prolongando em 100 metros e modernizando o berço. A benfeitoria permite que o terminal possa receber navios maiores que podem comportar até 80 mil toneladas de carga bruta, na categoria Post Panamax, gerando aumento de movimentação no Porto.

“É um aumento de capacidade de movimentação de carga no Porto de Paranaguá, que têm se transformado no porto mais eficiente do Brasil. Já é visto os recordes que o Porto vem batendo desde o ano passado”, afirma Ratinho Júnior.

Além disso, no evento foi assinado contrato e a Ordem de Serviço para as obras de derrocamento submarino do maciço rochoso conhecido como Pedra da Palangana, algo que permitirá aprofundamento do canal de acesso para até 14,6m. A benfeitoria terá investimento da empresa pública Portos do Paraná de R$ 23,2 milhões, gerando ganho estimado de um metro de profundidade, o equivalente a cerca de 7 mil toneladas de granéis ou 120 contêineres extra, por navio.

“Com isso se aumenta a capacidade de carga destes navios que chegam ao Porto para poderem sair mais carregados”, finaliza o governador, destacando que as benfeitorias irão gerar ainda mais segurança na navegação e aumento da competitividade.

Com informações da AEN