conecte-se conosco

Fiep

Baterias utilizadas em mobilidade elétrica podem ser reaproveitadas

Tupy e Senai Paraná desenvolvem projeto que viabiliza o reuso, contribuindo com menor impacto ambiental

Publicado

em

Foto: Gelson Bampi

Quando utilizada em produtos voltados à mobilidade, a bateria de íons lítio necessita de um rendimento elevado. Por isso, a longo prazo, precisa ser substituída. Mas, mesmo ao final da vida útil no veículo, existe a possibilidade de células e módulos da bateria ainda serem reaproveitados em outras aplicações, antes de serem destinados à reciclagem. A Tupy e o Senai Paraná, por meio do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, estão trabalhando justamente no desenvolvimento de um método de validação da bateria para aplicação em segunda vida, já que as células e módulos só podem ser reutilizados após avaliação técnica rigorosa.

Com esse projeto, as instituições pretendem inovar no procedimento de triagem e testes de baterias para aplicação em segunda vida às baterias. Além disso, o estudo tem um impacto ambiental positivo, pois propõe o reuso de baterias, iniciativa que, segundo a hierarquia proposta pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, é anterior à reciclagem.

A execução do projeto trará para a Tupy a expertise em análise e elaboração de packs de baterias de íons de lítio de segunda vida, conhecimento que poderá representar uma nova vertente no negócio da companhia. Para conhecer mais sobre a atuação do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica, acesse senaipr.com.br/tecnologiaeinovacao/nossarede/eletroquimica.

Publicidade










Em alta

plugins premium WordPress