Connect with us

Eleições 2020

Presidente do TRE-PR elenca ações e medidas de segurança para o pleito eleitoral

Presidente do TRE-PR, desembargador Tito Campos de Paula, elencou algumas medidas para garantir a segurança sanitária nas Eleições 2020

Publicado

em

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) e a Secretaria da Segurança Pública do Paraná realizaram na manhã de sexta-feira, 13, na Central de Atendimento ao Eleitor de Curitiba, uma coletiva de imprensa para divulgar as ações e medidas de segurança para o dia das eleições, domingo, 15.

O presidente do TRE-PR, desembargador Tito Campos de Paula, elencou algumas medidas da Justiça Eleitoral para garantir a segurança sanitária nas Eleições 2020.

“Estamos em contagem regressiva para o dia 15 de novembro, faltam poucas horas para o início destas eleições para prefeitos e vereadores de todo o Brasil e, como todos sabem, ninguém imaginava que teríamos este período tão crítico da pandemia. As eleições eram preparadas por outras maneiras e de outras formas e, neste ano, fomos surpreendidos. Mas o que podemos assegurar a todos é que a Justiça Eleitoral de todo o Brasil e, principalmente, aqui no Estado do Paraná fez tudo aquilo que estava a seu alcance para garantir a realização destas eleições, sobretudo no aspecto sanitário”, enfatizou o desembargador, informando que foram recebidas nove carretas de materiais com milhares de frascos de álcool em gel e máscaras e protetores faciais para serem utilizados pelos 85 mil mesários e em torno de 15 mil colaboradores.

Ele também informou que estão sendo disponibilizados para aproximadamente 22 mil seções eleitorais no Paraná, frascos de álcool em gel, tanto na entrada como na saída, para o eleitor higienizar as suas mãos.

Dentro das recomendações, o desembargador reforça a utilização da máscara facial pelo eleitor, dentre outros. “Pedimos também que o eleitor compareça utilizando a máscara facial, item obrigatório para poder votar, e que cada um procure levar a sua caneta para evitar o compartilhamento do objeto. Essas são as primeiras recomendações que passamos aos eleitores. Aquelas pessoas que não forem votar, que não compareçam aos locais de votação. E quem se encontrar fora do seu domicílio eleitoral que realize a sua justificativa, que pode ser feita através do aplicativo e-Título, que possui um sistema de georreferenciamento que identificará que o eleitor está fora do seu domicílio eleitoral, e poderá realizar a sua justificativa. Já o eleitor que esteja impossibilitado de se mover ou doente, poderá justificar em um prazo de 60 dias através do sistema de justificativa, no site do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná ou através do próprio e-Título, onde pode se juntar um atestado médico ou um documento para a sua justificativa”, explica o presidente.  

Foto: Soldado Ismael Ponchio

Leia também: Candidatos a prefeito deixam mensagem final aos eleitores de Paranaguá