conecte-se conosco

Editorial

Solidariedade ajuda o Paraná a ser protagonista em transplantes de órgãos

Publicado

em

editorial

O Dia Nacional da Doação de Órgãos foi comemorado nesta semana, na quarta-feira, 27, e o Paraná tem muito a celebrar. Primeiro, porque é protagonista no cenário nacional, como o Estado com maior número de doações efetivas de órgãos para transplantes em 2023, algo que vem se consolidando ano após ano. Isso se deve a estrutura física que possui, além de um esquema de logística, para garantir que hospitais possam realizar o transporte de órgãos de forma rápida. Outro ponto a se destacar é a solidariedade dos paranaenses. Graças as pessoas que dizem sim para o transplante após o falecimento de um familiar é que mais pessoas podem ser transplantadas e receber uma nova chance de viver com saúde e esperança.

Falar sobre o assunto deixou de ser um tabu para muitas famílias, pois campanhas de doação de órgãos conseguiram colocar o tema na mídia e mostraram para a população a importância e a diferença que o ato pode trazer. Basta fazer o comunicado a pessoas próximas da família, pois são eles que autorizam a doação. Um doador pode ajudar muitas pessoas a viverem de forma melhor, com mais qualidade e bem-estar.

Vale lembrar que os doadores também podem ser vivos. Qualquer pessoa saudável pode ser doadora em vida de um dos seus rins ou parte do fígado para um familiar próximo (até 4.ª grau consanguíneo). 

O Dia da Doação de Órgãos se torna mais uma oportunidade de pautar o tema nas rodas de conversa, nas redes sociais e entre os familiares. Principalmente, porque o Paraná tem feito a sua parte e a sociedade paranaense também. Um trabalho em conjunto que tem ajudado a salvar vidas em todo o Estado por meio de investimento público e de conscientização.

Publicidade










plugins premium WordPress