conecte-se conosco

Editorial

Por mais doadores de sangue

Há a necessidade de manter um estoque satisfatório nas unidades de coleta e transfusão, para que não falte essa ajuda indispensável para aqueles que mais precisam.

Publicado

em

editorial

Diariamente, há pessoas nos hospitais pelo País que precisam de doação de sangue por terem passado por intervenções médicas complexas, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias, além de acidentados em situações de emergência. Por isso, há a necessidade de manter um estoque satisfatório nas unidades de coleta e transfusão, para que não falte essa ajuda indispensável para aqueles que mais precisam.

O ato solidário de doar sangue é amplamente divulgado há anos. Muitas empresas fazem campanhas com seus colaboradores para a doação em massa nos hemocentros espalhados pelo País. O que é de grande importância para salvar vidas, já que uma doação pode ajudar até quatro pessoas.

No litoral do Paraná, há apenas a unidade do Hemepar (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná) em Paranaguá. Dessa forma, a população dos outros municípios que abrangem a região litorânea precisa agendar o atendimento em Paranaguá para realizar a doação.

No entanto, o que se percebe nessa época do ano é uma necessidade acima do comum em mobilizar a sociedade para fazer a doação. Historicamente, as baixas temperaturas afastam os doadores, enquanto a demanda dos hospitais se mantém. Com isso, essa época do ano se torna, muitas vezes, desafiadora para as equipes dos hemocentros.

Para manter os estoques, de acordo com o Hemepar em Paranaguá, seria prudente que as empresas se mobilizassem mais no apoio dessa causa, adotando a cultura solidária da doação regular. Há vidas que dependem desse ato que pode ser mais simples do que se imagina, independente do tipo sanguíneo. Basta apenas estar apto conforme os requisitos para doação e fazer o agendamento. Que a população do litoral compreenda a situação e faça sua parte nessa e em todas as épocas do ano.