Connect with us

Editorial

Em tempos de pandemia, bons ventos vêm dos Portos Paranaenses

A economia do País e, consequentemente dos Estados e municípios brasileiros, vem sendo bastante afetada nos últimos meses, em virtude da pandemia do novo Coronavírus.

Publicado

em

A economia do País e, consequentemente dos Estados e municípios brasileiros, vem sendo bastante afetada nos últimos meses, em virtude da pandemia do novo Coronavírus. Muitos setores estão estagnados ou funcionando parcialmente, precisando, inclusive do aporte de investimentos para que não tenham as suas ações ainda mais prejudicadas, o que evidentemente pode acarretar em um aumento nos índices de desemprego.

Neste cenário, tão conturbado e povoado por notícias que trazem grandes preocupações à população, surge uma boa notícia: a União renovou o Convênio de Delegação para a exploração dos Portos de Paranaguá e Antonina, o que significa que o Estado do Paraná tem a garantia de comandar os Portos Paranaenses por mais 25 anos.

No entanto, um questionamento pode estar vindo à mente das pessoas: O que essa notícia pode representar de benefícios para Paranaguá e a sua população?

A resposta é bastante clara e óbvia. Com essa renovação abrem-se as portas para investimentos, pois aumenta a credibilidade da empresa pública bem como de seus parceiros, sejam eles agências, empresas privadas, prestadores de serviços ligados à área portuária. E quando se tem novas possibilidades de aportes, automaticamente o reflexo é sentido entre os trabalhadores, os quais podem ser beneficiados com a imprescindível manutenção de seus postos de emprego, o que gera movimentação financeira no município e o devido sustento às famílias dos integrantes dessa força trabalhista tão importante para Paranaguá.

Assim, percebe-se que há uma tendência de o Porto continuar pujante e servindo como referência quando o assunto é frente de trabalho e geração de renda na cidade.

O que se espera é que os avanços continuem em prol do avanço econômico e no mercado de trabalho da cidade de Paranaguá.