conecte-se conosco

Editorial

A modernização e avanços no setor logístico em foco no Seminário Portos Brasileiros

Discutir a Lei dos Portos é compreender a modernização e os avanços que este mecanismo jurídico trouxe para todo o Brasil em seu setor portuário

Publicado

em

editorial

Além de ser a capital do Paraná, na sexta-feira, 25, Curitiba será a capital do setor portuário brasileiro. O município receberá na sexta-feira, 25, o “Seminário Portos Brasileiros” que em sua segunda edição de 2023 trará como tema os 10 anos da Lei dos Portos. O evento é idealizado pela Portos do Paraná, com realização da Academia Brasileira de Formação e Pesquisa e com apoio da Associação Brasileira de Entidades Portuárias e Hidroviárias (ABEPH). A Folha do Litoral News, cumprindo seu papel dentro da cobertura jornalística do setor portuário e logístico de Paranaguá e Antonina, bem como do Paraná e do Brasil, estará presente em todo o seminário que acontecerá no Hotel Bourbon.

Discutir a Lei dos Portos é compreender a modernização e os avanços que este mecanismo jurídico trouxe para todo o Brasil em seu setor portuário. O Porto de Paranaguá é um exemplo claro disso, onde, por meio da empresa pública Portos do Paraná, avançou e avança constantemente em números de movimentação, investimentos e modernização, trazendo consigo emprego e renda para a população paranaense, movimentando a economia com geração de tributos de forma constante, com concessões, arrendamentos e interesse contínuo de investimentos no terminal por empresas de todo o mundo.

A Lei Federal n.º 12.815/2013 trouxe mudanças significativas no contexto jurídico, administrativo e portuário nos últimos 10 anos, principalmente na realização de concessões e arrendamentos, trazendo a iniciativa privada para somar forças com o Poder Público em investimentos e modernização. Este é um exemplo claro de que o diálogo e o esforço conjunto são itens essenciais para o avanço não somente dos portos nacionais, como também de todo o Brasil. 

O seminário “Portos Brasileiros” se torna um evento obrigatório quando se pensa em aprender e discutir sobre o  setor portuário e logístico nacional, afinal de contas, no evento estarão ministros do STF, STJ, TCU e TST, governadores, autoridades portuárias, empresários e juristas de todo o País. Avanços só se constroem coletivamente, com conhecimento, investimento e integridade, pois o diálogo não é somente a base da democracia, ele potencializa o crescimento dos portos, das empresas, do Poder Público e da sociedade brasileira. 

Em alta