Connect with us

Editorial

2020: ano perdido ou anúncio de novos tempos?

A população mundial passa por momentos únicos na história contemporânea, em virtude da pandemia de Covid-19.

Publicado

em

A população mundial passa por momentos únicos na história contemporânea, em virtude da pandemia de Covid-19. Em inúmeras postagens em diferentes redes sociais, tornou-se comum ver pessoas afirmando que 2020 é um ano perdido, mas será que é isso mesmo? Não há nada a ser construído neste momento?

A vida de todas as pessoas, sem sombra de dúvidas, está passando por grandes transformações, seja no âmbito pessoal como também no profissional, pois a população, de um momento para o outro, passou a conviver com distanciamento social, medidas restritivas, fechamento de portas de comércios, empresas e afins, impossibilidade de vida social da mesma forma como antes da pandemia, “home office”, redução de jornadas dentre outros aspectos. Além disso, ainda ronda tantas famílias o fantasma do desemprego e a perda gradativa de renda.

Todos esses quesitos, certamente, levam muitos a pensar que realmente se trata de um ano perdido. No entanto, isso seria uma forma simplista de entender este momento. Agora realmente percebe-se o anúncio de novos tempos, novas necessidades, a hora em que todos precisam se reinventar e buscar novos meios e alternativas para suprir suas necessidades. É a hora em que cada pessoa precisa buscar dentro de si seus valores, suas forças para que seja possível vencer a batalha contra o Coronavírus.

Definitivamente, não se trata de um ano perdido, mas sim de um ano de aprendizagem, de reflexão, de autoconhecimento, de buscar a solidariedade, o olhar verdadeiro para as demais pessoas, de tentar suprir a carência que há dentro de todos os seres.

É tempo de se preparar, de arregaçar as mangas e desenvolver as potencialidades, se redescobrir e sair da zona de conforto, pois novos tempos estão batendo à porta.