conecte-se conosco

Direito & Justiça

No Tik Tok, TRE do Paraná busca engajar jovens na política

Atualmente, a página da corte estadual conta com quase 65 mil seguidores, com mais de 17 milhões de visualizações

Publicado

em

A Justiça Eleitoral vem buscando, cada vez mais, engajar os jovens na política, bem como incentivar o Voto Jovem, garantindo a esta faixa etária o exercício da cidadania.

Dentre estas ações, vêm utilizando as redes sociais, e no Paraná, mais especificamente, desde o mês de outubro de 2020, a plataforma do Tik Tok para fazer esta interação. Atualmente, a página da corte estadual conta com quase 65 mil seguidores, com mais de 17 milhões de visualizações. 

A coordenadora de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Rubiane Kreuz, destaca que é importante levar informações de qualidade para os eleitores de todas as idades

A coordenadora de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Rubiane Kreuz, destaca que é importante levar informações de qualidade para todos os eleitores. “A ideia de se criar um Tik Tok no TRE do Paraná surgiu justamente da intenção que a Justiça Eleitoral tem de aproximação com os jovens. A rede social Tik Tok se mostrou um meio, um caminho para que o poder público por meio de dancinhas ou dublagens, possa ao mesmo tempo que tenham entretenimento possa informar estes jovens que estão na rede social. A conta na rede social do Tik Tok foi criada em 2020, uma semana após a criação do Tik Tok pelo TSE. Desde a sua criação, esta rede social vem crescendo muito, o engajamento dos jovens no TRE do Paraná é enorme o que dá uma satisfação para todos do Tribunal”, destaca Rubiane, informando também que por meio desta rede social é possível verificar e compreender que os jovens estão interessados por política e por temas ligados a cidadania e democracia.

Rubiane comenta que muitas vezes o órgão público não sabe se comunicar com os jovens. “Eles exigem uma linguagem diferenciada. É preciso produzir um conteúdo diferenciado para que o jovem ou a jovem tenha o interesse em assuntos envolvendo política ou instituições públicas”, comenta a coordenadora de Comunicação Social.

Prestes a completar um ano e meio, o Tik Tok do TRE do Paraná, entre os órgãos públicos, é o que possui mais seguidores e o maior engajamento, incluindo o Tik Tok do TSE, Câmara dos Deputados e também do STF.

“No Tik Tok do TRE do Paraná nós conversamos com os jovens sobre temas ligados à Justiça Eleitoral. Colocamos lá por meio de vídeos curtos as ações e campanhas e ações, como o combate a desinformação, como a campanha do mesário voluntário que é importantíssima em ano eleitoral, e o que tem chamado a atenção é que os jovens no Tik Tok  têm conversado muito e tem muitas dúvidas de tirar o primeiro título, o que é muito interessante. No Tik Tok do TRE do Paraná temos muitos vídeos curtos com tutoriais ensinando como tirar o primeiro título de eleitor sem sair de casa, seja pelo notebook ou pelo celular. Essas facilidades os jovens não conheciam. Eles achavam que tinham que ir para o Fórum Eleitoral e ficar na fila. Os jovens não querem saber de perder tempo, eles querem tudo muito rápido, eles são ágeis. Então, ali a gente verifica está alegria quando um jovem consegue tirar o seu título de eleitor com a ajuda dos vídeos postados na plataforma. Eles entram lá, agradecem, criticam, sugerem postagens, porque se identificaram com o Tik Tok do TRE do Paraná como um meio confiável e de credibilidade, onde ele pode ter uma informação segura na linguagem que ele está acostumado a ter no seu dia a dia”, disse a coordenadora, externado a alegria da corte em contribuir com informações de qualidade aos jovens. “O que deixa o TRE do Paraná muito contente é que este jovem entra, compartilha esses vídeos, tutoriais e informações de qualidade com outros jovens. Inclusive nós também atendemos jovens com dúvidas que são de outros estados, como os temas trabalhados muitas vezes são nacionais, acabamos ajudando também a juventude não só do Estado do Paraná, como também do país todo”, completa Rubiane.

A produção dos vídeos que são postados no Tik Tok, como em todas as outras redes sociais que o tribunal participa, são feitas na Comunicação Social do TRE do Paraná. “Hoje nós temos três estagiárias que fazem a produção destes vídeos, e uma equipe de servidores da Casa que analisa estes vídeos, porque como já comentei eles são muitos ágeis para produzir e executar este conteúdo, mas nós servidores, temos uma bagagem para saber o que pode ou o que não pode subir para as redes sociais. O que temos visto que tem dado muito certo é alinhar as trends (aquelas músicas do momento) que os jovens estão acostumados nas redes sociais com a informação adequada, com um serviço público prestado para estes jovens. Unindo estes dois fatores, nós promovemos uma educação desta juventude e desta forma nós alcançamos este nicho.  Muitas vezes eles não querem entrar no site oficial, eles querem informações rápidas, e por isso a rede social do TiK Tok é chamada da rede do infotenimento, é a informação com entretenimento”, destaca Rubiane, avaliando que o órgão público que hoje não está no Tik Tok perde parte de um público. “Os jovens fazem parte e são públicos de todas as instituições, então temos que conversar como Justiça Eleitoral com todos os segmentos da sociedade, incluindo os jovens, e por isso que o Tik Tok tem dado um retorno muito grande para a justiça Eleitoral do Paraná”, avalia.

Jovens e título eleitoral 

A coordenadora de Comunicação Social aproveita para fazer um convite para os jovens que têm 15 anos e que irão completar 16 anos até o dia 2 de outubro, para que eles tirem o seu primeiro título de eleitor. “É simples, é só entrar no site do TRE-PR, por meio do atendimento remoto, ou então dá uma olhada no Tik Tok e lá encontrará vários tutoriais de como tirar o primeiro título. Lembrando que nesta semana o TSE iniciou uma campanha do Voto Jovem, junto com todos os tribunais regionais eleitorais do país. A Justiça Eleitoral convida o jovem que tenha de 15 a 18 anos, que não possua o seu título de eleitor que o faça até o dia 4 de maio”, informa Rubiane, reiterando que o prazo para tirar o título pela primeira vez ou regularizar pendências para votar nas Eleições 2022 vai até 4 de maio.

A Justiça Eleitoral recomenda que as pessoas não deixem para a última hora para evitar lentidão no sistema, filas e aglomerações.

Com informações CCS/TRE-PR

Continuar lendo
Publicidade