conecte-se conosco

Direito & Justiça

Desembargador Tito faz balanço da sua gestão e apresenta novo presidente em coletiva

Wellington Emanuel Coimbra de Moura toma posse na terça-feira, 1.º

Publicado

em

Foto: Lamartine de Macedo de Lima/TRE-PR

Na segunda-feira, 31, a Justiça Eleitoral do Paraná realizou coletiva de imprensa no terraço do edifício-sede, em Curitiba. O desembargador Tito Campos de Paula fez um balanço da sua gestão à frente da instituição e apresentou o novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, que toma posse na terça-feira, 1.º, para o biênio 2022-2023.

Fortalecimento da comunicação

O desembargador Tito destacou que uma de suas prioridades foi estreitar o relacionamento do Tribunal com a mídia. “Não imaginávamos, mas em março de 2020 veio a pandemia e a realização das eleições virou motivo de preocupação. Foi quando contamos com o apoio irrestrito dos meios de comunicação para a realização de eleições em um clima de absoluta tranquilidade em todo o Paraná”, disse.

Durante o evento, o desembargador, acompanhado do diretor-geral do TRE-PR, doutor Valcir Mombach, ressaltou os projetos realizados no biênio de 2020 e 2021, tais como o Programa Universidade Amiga da Justiça Eleitoral, a agência de checagem de notícias Gralha Confere e os acordos de cooperação com a Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (AERP) e Federação das Associações das Rádios Comunitárias do Estado do Paraná (Farcom).

Segurança

Em seguida, o desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura destacou que a missão da Justiça Eleitoral para 2022 é garantir a segurança das eleições. “Já entrei em contato com as forças de segurança e o eleitor terá toda a tranquilidade necessária para exercer o seu direito em 2 de outubro, em primeiro turno, e 30 de outubro, onde houver segundo turno”, disse.

Prazos eleitorais

O presidente eleito do TRE-PR destacou que o prazo para alistamento e regularização do título eleitoral encerra-se em 4 de maio. Também reforçou a importância da participação dos jovens no processo democrático, convidando as pessoas que completam 16 anos até o dia das eleições que se alistem dentro do prazo de 4 de maio.

O desembargador Wellington reforçou também que o prazo para filiação e estabelecimento de domicílio eleitoral, para quem deseja se candidatar, vai até 2 de abril. Lembrou ainda que a coleta da biometria segue suspensa e que ninguém será impedido de votar por não ter a biometria no cadastro eleitoral.

Fonte: TRE-PR