conecte-se conosco

Dia dos Pais

Matoso: Dos ensinamentos como filho para a missão de ser pai

Adriano com as filhas Antonella e Ana Luiza e a esposa Geandra participando de atividade em família

Publicado

em

O Dia dos Pais é uma data especial celebrada em diferentes países ao redor do mundo. A data nos lembra o quanto a relação de pais e filhos é única.

Conversamos com Adriano Faria Matoso, 35 anos, casado com Geandra e pai de duas meninas, Antonella, 6 anos, e Ana Luiza, 3 anos, para falar desta data significativa.

“Ser pai é um sentimento nobre, costumo dizer que é uma missão divina. Pois não é simplesmente você   colocar uma pessoa ao mundo, precisa ter amor e carinho, dar atenção e ser referência, pois é uma responsabilidade enorme”, comenta Adriano, que é policial militar.

Adriano com seu Carlos, popularmente conhecido por Bique, em evento da PMPR em frente ao Palácio Iguaçu 

Adriano comenta que seu pai sempre foi referência em sua vida, e que busca ter a mesma retidão como exemplo para suas filhas. “Meu pai é uma referência como pessoa, um exemplo que tive na vida. Um homem de caráter ímpar e uma pessoa de índole inquestionável, podendo andar de cabeça erguida por onde quiser. Acredito que uma das coisas que carrego comigo, é de se manter essa honra e dignidade, e acima de tudo ser honesto, e hoje pai de duas meninas, busco seguir esses passos, ser uma referência para elas, para terem orgulho de mim, assim como tenho do meu pai”, externa Adriano.

A chegada de um filho modifica a vida dos pais. “Antes de ter filho, eu particularmente costumo brincar que a cada dor de barriga e um resfriado nasce um fio de cabelo branco. Antes, não tinha preocupação nenhuma, mas hoje é diferente, busco dar atenção e amor sempre. Apesar da vida corrida do trabalho, vejo que é uma obrigação dos pais, buscarem um tempo exclusivo para os filhos. A gente no cotidiano, pensa só em trabalhar e trabalhar, em dar presentes, em passeios, mas muitas das vezes as pessoas esquecem o principal, que é dar o amor, o carinho e afeto que todo o filho precisa, pois eles precisam desta atenção, precisam ficar próximos dos pais. E em especial no meu caso, que sou pai de duas meninas, quando minha esposa dá uma bronca, elas vêm me defender e fazer carinho, é uma demonstração forte de afeto”, comenta Adriano.

Aproveito a data do Dia dos Pais para deixar uma mensagem para os pais e para os filhos. “Que tenham honra e dignidade em ter a responsabilidade e o compromisso com seu filho, pois qualquer um pode colocar uma criança no mundo, mas um pai de verdade vai dar atenção, carinho, vai andar pelos caminhos corretos para servir de referência para seus filhos. Então se você optou em colocar uma criança no mundo de o seu melhor, não financeiramente, mas na questão de educação, respeito ao próximo, hombridade, carinho e amor, e aos filhos digo que pai e mãe são únicos, e não deixe de procurá-los, não deixe de falar que os ama, pois quando resolver fazer isso pode ser tarde, e não os ter mais próximos. Se estamos aqui hoje, não deixe de falar que os ama, que é muito grato pela vida. Algumas vezes pode haver desavenças e brigas, mas serão seus pais que estarão ao seu lado na hora em que você mais precisar. Quando você era criança que tinha uma febre ou uma dor de barriga, foram eles que ganharam um cabelo branco cada vez que você ficava doente. Então devemos muito respeito por tudo que eles fizeram por nós”, finaliza Adriano desejando um feliz Dia dos Pais.    

Em alta