Connect with us

Coronavírus

Máscaras de tecido devem ser utilizada no máximo de duas a três horas

“A máscara de tecido tem a sua facilidade de confecção e reutilização. No entanto, aconselhamos utilizá-la por no máximo de 2 a 3 horas ou trocá-la no momento em que estiver úmida”, afirma o médico João Zattar (Foto: Agência Brasil)

Publicado

em

Máscaras de tecido devem ser utilizadas no máximo de duas a três horas

Item deve ser trocado ao se perceber rasgadura, esgarçamento ou encolhimento

A máscara de tecido está sendo um dos principais itens de proteção contra a Covid-19 durante a pandemia, entretanto, há regras que devem ser seguidas para fazer com que o acessório não se torne ineficaz como barreira respiratória da transmissão do vírus. Segundo o médico João Felipe Zattar Aurichio, a máscara deve ser utilizada por, no máximo, duas a três horas, devendo após isso ser lavada, deixando de molho com água e sabão. Além disso, é importante ficar atento para a condição do item, visto que rasgaduras, esgarçamento ou encolhimento podem torná-lo ineficaz na prevenção ao Coronavírus. 

“A máscara de tecido tem a sua facilidade de confecção e reutilização. No entanto, aconselhamos utilizá-la por, no máximo, de 2 a 3 horas ou trocá-la no momento em que estiver úmida. Após esse tempo, aumenta-se a chance de autocontaminação pelo Coronavírus”, afirma João Zattar. Segundo ele, é essencial, após isso, fazer a lavagem do item. “Ao chegar em casa, solicitamos deixá-la em água e sabão de molho por uma média de 30 a 60 minutos e lavá-la em seguida separado das outras roupas”, explica.

Sobre o uso contínuo das máscaras de pano e risco de torná-la ineficaz, o médico ressalta que é necessário ficar atento a vários fatores, principalmente em torno do tipo de tecido. “O principal motivo da máscara é manter uma barreira entre via respiratória e o ambiente. Dessa maneira, se após um determinado número de lavagens você observar rasgaduras, esgarçamento ou até mesmo encolhimento de alguns tecidos é o momento de trocá-la”, afirma Zattar.

Máscara descartável

Com relação à máscara descartável, o período para utilização é o mesmo do item de proteção de tecido. “A máscara descartável obedece ao mesmo padrão de tempo da máscara de tecido, de 2 a 3 horas. Mas, é claro, isso irá variar de acordo como você a utiliza. A segurança e qualidade normalmente são garantidas pelo selo do Inmetro e da Anvisa“, salienta.

Utilização correta é essencial

Para o médico, o uso da máscara é uma das medidas essenciais na luta contra a Covid-19, entretanto a utilização deve ser correta. “Você deve cobrir sempre acima do nariz, abaixo do queixo e vedar o máximo possível as laterais. A máscara, além de evitar que você respire de forma direta o ar ambiente, impede que você coloque a mão e objetos na boca e também diminui a chance de você passar para o ambiente o Coronavírus caso seja portador”, explica o profissional da Saúde.

Vacina e medidas de proteção

Segundo João Zattar, a chegada das vacinas contra a Covid-19 é uma notícia positiva na luta contra a pandemia, entretanto, as medidas de proteção com distanciamento social, higienização e uso de máscara devem continuar. “Nós ainda não sabemos a capacidade das vacinas de evitar que você contraia o vírus. Sabemos que evita que você desenvolva a doença, mas não de você a contrair. Dessa forma, mesmo que você sinta pouco ou nenhum sintoma, pode ser que você esteja com o vírus e o transmitindo. Por isso, é tão importante, mesmo protegido com a vacina, utilizar a máscara”, finaliza o médico.

Leia também: Paranaguá já recebeu 1.122 doses Coronavac e 870 da AstraZeneca