Connect with us

Coronavírus

Doses da vacina contra a Covid-19 devem chegar na terça-feira em Paranaguá

De acordo com o governo estadual, a distribuição das vacinas utiliza a estrutura do Governo do Estado, com três aviões, um helicóptero e caminhões baú refrigerados (Foto: Jonathan Campos / AEN)

Publicado

em

Doses da vacina contra a Covid-19 devem chegar na terça-feira em Paranaguá

2.240 doses da vacina serão aplicadas em 1.873 profissionais da saúde, 159 idosos que residem em asilos e em 88 indígenas da região

Um dia histórico para a sociedade paranaense. Na manhã de segunda-feira, 18, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior anunciou que o Paraná receberá 265.600 doses do imunizante CoronaVac, produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Deste primeiro lote de vacinas, 22.720 estão reservadas para a população indígena e 242.880 para profissionais de saúde que atuam diretamente na pandemia, idosos que vivem em asilos e seus cuidadores e pessoas com deficiência. O governador anunciou também o início da vacinação contra a Covid-19 no dia 18 de janeiro de 2021.

Deste total no primeiro lote, 2.240 doses têm como destino Paranaguá, sede da 1.ª Regional de Saúde (1.ª RS), as quais devem ser distribuídas aos outros seis municípios do litoral paranaense. As vacinas serão aplicadas em 1.873 profissionais da saúde, 159 idosos que residem em asilos e em 88 indígenas da região.

Ratinho Júnior esteve em São Paulo no início da manhã, junto ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores de demais Estados na cerimônia de distribuição do imunizante, que é produzido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. “As doses da vacina foram carregadas no avião da FAB “, informa a assessoria do Governo do Estado.

“O Estado do Paraná recebeu 265.600 doses da vacina. Dessas, 22.720 estão reservadas para a população indígena e 242.880 para profissionais de saúde que atuam diretamente na pandemia, idosos que vivem em asilos e seus cuidadores e pessoas com deficiência”, relata o governo estadual.

Segundo o Estado, as 265.600 doses destinadas ao Paraná serão aplicadas em duas etapas e imunizarão 126 mil pessoas, sendo a maior parte profissionais da saúde: 102.959. As doses também serão destinadas à população indígena e idosos que vivem em asilos e seus cuidadores e pessoas com deficiência.

“O Paraná está preparado para iniciar uma grande campanha de imunização contra o Coronavírus. Distribuiremos as doses nas regionais e elas chegarão a todos os municípios. Vamos começar com mais de 100 mil pessoas e aos poucos alcançaremos toda a população prioritária e aquela acima de 18 anos”, afirmou o governador Ratinho Júnior. “É um dia histórico para o Paraná e para o Brasil”, ressalta Ratinho Júnior.

De acordo com o governo estadual, a distribuição das vacinas utiliza a estrutura do Governo do Estado, com três aviões, um helicóptero e caminhões baú refrigerados, se necessário. “A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) já distribuiu 1,7 milhão de insumos nas 22 regionais de Saúde. Foram seringas 25 x 0,6, seringas 25 x 0,7, máscaras descartáveis, face shields, aventais e carteirinhas de vacinação. O Paraná tem 1.850 salas de vacinação”, complementa a assessoria.

Vacinação

Segundo o Estado, o objetivo é imunizar cerca de quatro milhões de pessoas do Paraná até o fim de maio, seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Governo Federal, iniciando a imunização pelos grupos prioritários. Segundo Plano Estadual de Imunização (PEI), na primeira etapa da vacinação a população-alvo a ser vacinada contra a Covid-19 é composta por profissionais que aplicarão as vacinas; pessoas com mais de 60 anos que residem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e os profissionais que atuam nos locais; população indígena e todos os trabalhadores que atuam em unidades de saúde que atendem pacientes com suspeita ou confirmados de infecção pelo novo Coronavírus.

“Na sequência, o Estado planeja vacinar pessoas com 80 anos ou acima desta idade, pessoas entre 75 e 79 anos e assim sucessivamente até aqueles que têm idade variando entre 60 e 64 anos. A expectativa do Governo do Paraná é expandir a longo prazo a estratégia de vacinação para a população acima de 18 anos de idade ainda não vacinada totalizando 8.736.014 pessoas, de acordo com projeções do IBGE 2020 no Paraná, que estima um total de 11.516.840 pessoas residentes no Estado”, finaliza o Governo do Estado

Com informações da AEN

Leia também: Vacinação contra a Covid-19 iniciará em Paranaguá com idosos de asilos, profissionais de saúde e indígenas