conecte-se conosco

Coronavírus

Alta de paciente com Covid é marcada por agradecimento à equipe do Hospital Regional

Família de Matinhos se reuniu para comemorar a saída de Michelle Machado

Publicado

em

Foto: Divulgação HRL

Após 74 dias de internamento devido à Covid-19, grande parte deste tempo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional do Litoral (HRL), Michelle Cristina do Nascimento Machado, de 39 anos, teve alta do tratamento na sexta-feira, 10. O momento foi comemorado por todos, especialmente pela família que, com faixa e flores, agradeceu a atenção dos profissionais do hospital.

O marido de Michelle, Walrides Machado Junior, contou que ela foi internada no dia 28 de setembro e entubada no dia 30 do mesmo mês. “Nós temos três filhos que moram conosco e um deles apresentou bastante coriza e tosse e decidimos fazer o teste em toda a família. Foi constatada a Covid-19 nesse meu filho, na menor de 13 anos e na minha esposa. Nós nos preocupávamos muito com ela porque ela tem uma doença autoimune que é o lúpus, o qual ela já fazia tratamento há algum tempo”, relatou Walrides.

Desde que foi internada, o marido esteve presente nas visitas e, de tanto entrar em contato para buscar informações sobre a situação da esposa, se tornou conhecido da equipe.

“Eu sempre estive presente, ligava no hospital às vezes mais de três vezes ao dia. Com isso, fiz amizade com o pessoal do hospital, todos estavam compadecidos com o caso dela e com a nossa família. Sempre deixei claro que somos muito unidos e que um depende do outro. Com a notícia da alta ficamos todos muito felizes”, destacou Walrides.

Segundo ele, o caso era tão grave, que a família foi chamada para se despedir. “Algumas vezes ela foi considerada viva apenas por conta dos aparelhos, nos chamaram para nos despedirmos dela. Aos olhos da medicina ela não tinha mais condições alguma. Ela foi um milagre e eu nunca esmoreci. Eu saía de Matinhos e ia para Paranaguá só para passar aqueles cinco minutinhos para motivar ela a sair da cama, falando que todos estavam esperando por ela em casa. Agora, estamos muito felizes com o retorno dela ao nosso lar”, lembrou Walrides.

 A alta aconteceu na sexta-feira, 10 (Foto: Divulgação HRL)

Atenção da equipe

Com isso, ele decidiu fazer um agradecimento especial à equipe do hospital que atendeu a sua esposa. “Prestamos a homenagem a todos os profissionais do hospital, porque sempre que me viam davam uma palavra de conforto. Sou muito espontâneo e todos já conheciam meu jeito. Eu conversava muito com a Michelle quando ela estava internada e sedada, mesmo com o quadro grave. Todos eles foram carinhosos com a gente, fizeram por ela até mais do que uma família faria. Achei muito importante a forma como os atendentes, os médicos, os técnicos de enfermagem, desde a recepção até lá dentro o atendimento está humanizado. Por isso decidi fazer esse agradecimento”, disse Walrides.

Além da surpresa preparada pela família, os colegas de trabalho de Michelle também prestaram uma homenagem quando ela voltou para casa. “Durante a alta fizemos um vídeo no hospital, foi muito legal, choramos muito. O pessoal da empresa que ela trabalha também participou e abraçou a causa”, contou Walrides.

Momento foi de emoção para a família e amigos de Michelle (Foto: Divulgação HRL)

Reconhecimento 

O diretor-geral do Hospital Regional do Litoral, Hemerson Saqueta Barbosa, afirmou que este foi um caso de vitória. “Uma jovem mãe que ficou quase três meses internada, passou pela UTI, foi um caso grave e a alta foi um dia de vitória. A família se reuniu em frente ao hospital, agradeceu a equipe, foi algo muito emocionante por ver todos sendo reconhecidos pelo trabalho que tem sido desenvolvido. Na nossa pesquisa de satisfação, no mês de novembro, tivemos 93% de satisfação dos pacientes com o tratamento que receberam no hospital. Temos que trabalhar esse 7% que faltam, queremos 100%”, afirmou Hemerson.