conecte-se conosco

Ciência e Saúde

“Temos que ser mais fortes do que essa doença”, relata mulher que superou o câncer de mama

Neiva Maria Diniz descobriu um nódulo no seio aos 36 anos

Publicado

em

Apesar do desenvolvimento do câncer de mama ser mais propenso para mulheres acima de 50 anos, há um aumento significativo dos casos em pessoas mais jovens nos últimos anos. Neiva Mara Diniz, hoje com 38 anos, descobriu a doença através do autoexame aos 36, e relatou sua trajetória de superação desde que recebeu o diagnóstico. 

Durante este mês, a campanha Outubro Rosa objetiva abrir os olhos da população quanto ao câncer de mama, enfatizar a importância da prevenção com exercícios físicos, alimentação adequada e qualidade de vida, além de evidenciar a necessidade de realização dos exames também em outros períodos do ano.

Neiva está em fase de recuperação, faz fisioterapia no Instituto Peito Aberto e tem se dedicado à prática de atividades físicas. Ela conta que descobriu a doença fazendo o autoexame. “Em 2019, no banho, fiz o toque e senti um carocinho na mama direita. Fiz a mamografia, levei ao médico e ele disse que não constava nada e, caso aumentasse, era para eu procurar ele novamente. Alguns meses depois, o caroço aumentou, tive ínguas nas axila e secreção no mamilo. Em 2020, procurei outro profissional, que me pediu outra mamografia e ecografia, assim que saiu o resultado este profissional me indicou um mastologista”, relatou a paciente.

A partir daí, iniciou as sessões de quimioterapia. “Fiz quatro vermelhas e quatro brancas, depois a cirurgia quadrante da mama e esvaziamento total da axila. Fiz 19 sessões de radioterapia, agora faço fisioterapia no Instituto Peito Aberto”, ressaltou Neiva.

Neiva é paciente de fisioterapia no Instituto Peito Aberto
(Foto: Arquivo pessoal)

Segundo ela, só passou a conhecer mais sobre o câncer de mama e como ele atinge a mulher e as formas de tratamento depois do diagnóstico. “Sinceramente, só sabia que era necessário fazer o autoexame a partir de uma certa idade, na época eu estava com 36 anos. Quando recebi o diagnóstico fiquei muito triste, não sabia o que estava por vir. Sou o primeiro caso na minha família, somos em seis irmãos”, frisou Neiva.

Autoestima

A lição que ela tirou de toda essa experiência, que ainda é superada no dia a dia, é a importância da união de forças com outras mulheres que passam ou passaram pelo mesmo problema e nunca perder a fé.

“Essa doença é muito pesada, mexe muito com nossa autoestima até conhecermos outras pessoas que passam pelo mesmo. Hoje olho para o céu e agradeço a Deus por ter vencido essa luta, ter fé é essencial, não podemos desistir, temos que ser mais fortes do que essa doença”, destacou Neiva.

Além disso, o câncer de mama a ensinou a ter mais atenção e valorizar o autocuidado. “O câncer me ensinou a me amar mais, olhar com mais cuidado para mim mesma. Deixamos de olhar nosso interior por diversas razões e esquecemos que nós somos a principal razão da vida, ter mais fé em Deus, se rodear de pessoas boas que são muitas, amar o próximo. Tenho gratidão pela família, amigos, pelo meu companheiro e pelo Instituto Peito Aberto, onde fui recebida com todo amor e carinho. Essa luta é de todos, não tem como vencer sozinha”, concluiu Neiva.

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.