Connect with us

Ciência e Saúde

Paranaguá receberá recursos do Estado para combate à epidemia da dengue

Semsa aguarda repasse financeiro para planejar como recursos serão investidos em Paranaguá

Publicado

em

Município está em lista de 62 cidades que receberão valores da Sesa

Paranaguá é o único município do litoral que, além de conviver com a pandemia do novo Coronavírus, está em epidemia de dengue, algo informado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ao todo, segundo o último informe epidemiológico do Estado, 1.251 cidadãos tiveram diagnóstico confirmado de dengue em Paranaguá de julho de 2019 até o presente momento. A situação preocupante fez com que o Governo Estadual colocasse a cidade litorânea em uma lista com 62 municípios paranaenses em alerta ou epidemia da doença que irá receber R$ 1,5 milhão para controle da dengue. 

“Mesmo com o foco voltado para o combate ao Coronavírus, o Governo do Paraná não se descuida da epidemia de dengue que assola o Estado há quase um ano. A Secretaria de Estado da Saúde confirmou o repasse de R$ 1,5 milhão para 62 municípios que estão com taxa de incidência da doença igual ou superior a 100 casos por 100 mil habitantes. Ou seja, cidades em situação de alerta ou em epidemia”, informa a assessoria da Sesa.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) da Prefeitura de Paranaguá, o município ainda está aguardando o repasse financeiro do Estado. “A Secretaria Municipal de Saúde está aguardando o repasse financeiro que pode ocorrer a qualquer momento e após o repasse, será verificado por meio do Grupo Técnico como será investido”, informa. 

“Costumo dizer que esse é o governo dos grandes desafios: Dengue, Coronavírus, com impacto direto na economia, e agora a crise hídrica. Temos nos dedicado ao enfrentamento da Covid-19, mas jamais podemos esquecer a dengue e de sempre lembrar as formas de prevenir a doença”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Júnior.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o aporte será para atividades exclusivas à assistência de pacientes com dengue em Paranaguá e no Paraná, bem como para benefício aos agentes de endemias ou comunitários de saúde que realizem atividades relacionadas ao agravo da doença, como compra de equipamentos de proteção individual (EPI), transporte, hospedagem e alimentação, entre outras ações.

“Nossa tendência é de queda no número de casos, mas não baixamos a guarda, ainda, temos que avançar no que se refere à prevenção da dengue já pensando no próximo ano”, ressaltou o secretário. “Embora o número de registros positivos para a dengue seja alto, olhamos agora para os novos notificados e quantidade de situações em investigações para parâmetro do cenário”, complementa o secretário. 

Municípios beneficiados

Além de Paranaguá, receberão recursos do Estado para combate à dengue os seguintes municípios: Foz do Jordão, Palmital, São João, Ampére, Barracão, Cruzeiro do Iguaçu, Marmeleiro, Nova Prata do Iguaçu, Pérola D’Oeste, Planalto, Pranchita, Santo Antônio Sudoeste, São Jorge D’Oeste, Matelândia, Ramilândia, Boa Vista da Aparecida, Catanduvas, Céu Azul, Espigão Alto do Iguaçu, Guaraniaçu, Ibema, Santa Lúcia, Vera Cruz do Oeste, Altamira do Paraná, Campina da Lagoa, Farol, Francisco Alves, Iporã, Mariluz, Tapira, Apucarana, Arapongas, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Jandaia do Sul, Kaloré, Marilândia do Sul, Mauá da Serra, Novo Itacolomi, Assaí, Jaguapitã, Sertanópolis, Tamarana, Congoinhas, Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio do Paraíso, Cambará, Conselheiro Mairinck, Ibaiti, Jundiaí do Sul, Pinhalão, Ribeirão Claro, Salto do Itararé, Tomazina, Entre Rios do Oeste, Ortigueira, Ariranha do Ivaí, Cândido de Abreu, Cruzmaltina e Rosário do Ivaí.

Com informações da Sesa