Connect with us

Ciência e Saúde

Litoral confirma 15 novos casos de Dengue em uma semana

27 possíveis casos da doença estão sob investigação em Guaratuba

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa-PR) divulgou na tarde de terça-feira, 20, o Informe Epidemiológico n.º 041/2020-2021 sobre a situação da dengue em todo o Paraná.

Segundo os dados técnicos, o litoral paranaense contabiliza 4.164 casos confirmados de dengue, doença causada pelo mosquito Aedes aegypti, sendo 15 novos infectados em uma semana. 

Em Paranaguá são ao todo, 2.870 casos. A análise abrange o período entre o dia 14 a 20 de julho.

Com relação aos números, os casos totalizados são registrados desde o mês de agosto de 2020, período epidemiológico que seguirá até o final de julho deste ano.

O município que registra no informe mais pacientes com a enfermidade até o momento na região é Paranaguá (2.870), na sequência vem os municípios de Morretes (503); Antonina (356); Guaratuba (284); Pontal do Paraná (113); Matinhos (23) e Guaraqueçaba (15). 

Os municípios de Morretes, Paranaguá, Antonina e Guaratuba seguem em epidemia de Dengue em decorrência do número alto de infectados na região.

O Informe Epidemiológico n.º 041/2020-2021 da Secretaria de Estado da Saúde indica que no litoral não há confirmações de febre Chikungunya e de Zika Vírus.

O litoral do Paraná tem 78 casos em investigação da doença, sendo Guaratuba (27); Antonina (23); Paranaguá (12); Morretes (7); Pontal do Paraná (7); e Guaraqueçaba (2).

Paraná

O Informe semanal da dengue divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde registra 498 novos casos da doença. Agora, o período epidemiológico com início em agosto do ano passado, soma 27.170 casos confirmados e 32 óbitos.

A publicação desta semana aponta que 289 municípios têm casos confirmados no Paraná atingindo as 22 Regionais de Saúde. 17 municípios apresentam casos de dengue grave e 41 apresentam casos de dengue com sinais de alarme.

O Informe registra 91.280 notificações no período, com 855 a mais que na semana anterior. As notificações estão em 361 municípios paranaenses.

“Os números confirmam que o vírus da dengue continua circulando no Paraná e afetando muitas pessoas; nosso alerta constante ressalta a principal forma de prevenção da dengue que é a eliminação dos criadouros do mosquito transmissor da doença, o “Aedes aegypti”, evitando pontos que acumulem água nos quintais e nos ambientes internos dos domicílios”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Balanço

Técnicos das 22 Regionais de Saúde realizam neste momento, junto a todos os municípios do estado, o monitoramento do Programa Municipal de Controle da Dengue, Chikungunya e Zika vírus de forma a avaliar as ações realizadas na prevenção de ocorrência de casos e epidemias. 

“Preliminarmente, acreditamos que a pandemia pode afetar o registro de dados sobre a dengue, com diminuição de casos. O Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde avalia que esta diminuição pode ser consequência do receio da população em procurar atendimento em uma unidade de saúde, levando a uma possível subnotificação ou atraso nas notificações das arboviroses. Surtos ou epidemias de dengue acontecem de forma cíclica com anos de maior ou menor ocorrência de número de casos devido a múltiplos fatores envolvendo questões climáticas, atividades de campo relacionadas a eliminação de criadouros e mobilização da população”, disse a chefe da Divisão de Doenças Transmitidas por Vetores da Sesa, Emanuelle Gemin Pouzato.

Com informações da Sesa

Foto: Ilustrativa / Getty Images / iStockphoto

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.