conecte-se conosco

Ciência e Saúde

Hospital Regional do Litoral passa a ser unidade integrada ao Hospital do Trabalhador

Transição de gestão foi iniciada no HRL nesta terça-feira, 23 (Foto: Américo Antonio/Sesa)

Publicado

em

Giovani de Souza anunciou saída da diretoria-geral do HRL

Na tarde de terça-feira, 23, foi anunciada uma mudança na gestão do Hospital Regional do Litoral (HRL), unidade de referência na saúde pública e no enfrentamento à Covid-19 em toda a região. Em nota oficial, Giovani de Souza anunciou a sua saída da diretoria-geral do HRL, que passa agora por uma transição de gestão, sendo a partir de então uma unidade compartilhada e integrada ao Hospital do Trabalhador, de Curitiba. O ex-diretor-geral fez um balanço da atuação dele e de sua equipe no HRL e agora irá assumir a gestão de outro hospital público do Paraná.

“Gostaria de comunicar que no dia de hoje está começando uma transição de gestão no HRL. Estamos por definição da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) passando por uma transição no modelo de gestão, buscando melhores serviços e atendimentos hospitalares para 1.ª Regional. Hoje está começando esse processo, o HRL passará de hoje em diante a ser uma unidade compartilhada e integrada aos serviços do Hospital do Trabalhador. Com isso, está assumindo amanhã uma nova equipe para a devida transição, com Direção Geral, Direção Técnica, Direção Administrativa e Direção de Enfermagem”, informa Giovani de Souza.

Segundo o ex-diretor, a transição trará diversos benefícios ao litoral com o novo modelo, principalmente em cirurgias eletivas e de média e alta complexidade. Giovani agradeceu a parceria na saúde pública litorânea, citando o trabalho conjunto com o diretor da 1.ª Regional de Saúde, José Carlos de Abreu, prefeito de Paranaguá e presidente da Amlipa, Marcelo Roque, presidente do Cresems, Odileno Garcia Toledo, bem como todos os secretários municipais de saúde do litoral, ao Consórcio Intermunicipal do Litoral (Cislipa) e ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), por meio do diretor-médico João Cláudio Campos Pereira e diretora-executiva, Everllin Dina de Camargo Guiguer, bem como ao Corpo de Bombeiros do Paraná, através do Major Emmanuel e sua equipe. 

Balanço

“Foram 18 meses de grande aprendizado na região e de conquistas para nossa instituição, saindo de um Hospital que estava na vigésima segunda posição entre os 23 Hospitais Públicos do Paraná, estando hoje entre os 10 melhores indicadores, isso foi uma conquista de todos”, destaca o gestor. “Estamos nesse momento com uma reforma geral acontecendo e novo tomógrafo e novo raio-x digital pronto para ser instalado, duas ambulâncias UTI, quatro ambulâncias de atendimento geral e todo mobiliário novo no hospital”, complementa.

O gestor afirma que foram definidas e implantadas todas as comissões obrigatórias e processos de gestão estruturados. “Começamos a pandemia com 14 leitos de UTI, hoje estamos trabalhando com 54 leitos de UTI  e mais 38 de enfermaria Covid-19. Minha gratidão a todos e estarei sempre à disposição se precisarem de minha ajuda. Deus abençoe a todos na sequência da jornada. Estarei assumindo um novo hospital público do Governo do Paraná para também melhorar seus serviços, atendimento e indicadores”, finaliza. 

Sobre o Hospital do Trabalhador

Com a adesão, o HRL será integrado ao Hospital do Trabalhador, de Curitiba, fazendo parte do Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT). “O Hospital do Trabalhador é a maior unidade hospitalar da Sesa e um centro de excelência reconhecido regional e nacionalmente, nas áreas de trauma e emergência, materno-infantil, saúde do trabalhador e infectologia. Seu modelo de gestão é a base para a administração do Complexo, voltado à eficiência assistencial, com qualidade e agilidade”, informa a assessoria.

Válido destacar que a gestão do hospital em questão é feito em parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Fundação de Apoio da UFPR (Funpar) e Prefeitura de Curitiba. “Foi idealizado como centro de excelência no atendimento a acidentados em geral e, em especial, aos acidentes e doenças de trabalho”, informa, sendo atualmente reconhecido “como um dos melhores serviços de trauma do País, sendo valorizado pelo Ministério da Saúde como um exemplo bem-sucedido de modelo de gestão para o setor hospitalar do SUS – Sistema Único de Saúde”, ressalta a UFPR.

“O HT é importante também por ser escola. Estudantes de graduação e de pós-graduação, profissionais e professores da área de saúde têm um campo fértil, para aprender, ensinar, produzir e repassar conhecimentos”, finaliza a universidade.

Com informações do Hospital do Trabalhador e UFPR

Leia também: Psiquiatra fala da saúde mental na pandemia

Em alta

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.