conecte-se conosco

Ciência e Saúde

86 casos de Dengue são confirmados no litoral na última semana

Sesa investiga 365 possíveis diagnósticos da doença na região

Publicado

em

Foto: Reuters/Paulo Whitaker - Direitos reservados

Na tarde da terça-feira, 10, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgou o Informe Epidemiológico n.º 37/2021-2022 sobre a situação da dengue nos sete municípios litorâneos, bem como em todo o Paraná. De acordo com os dados técnicos, na última semana o litoral paranaense registrou mais 86 casos de Dengue, enfermidade causada pelo mosquito Aedes aegypti. A análise epidemiológica abrange o período entre 3 a 10 de maio.

O ciclo epidemiológico analisado pela Sesa abrange desde o dia 17 de agosto de 2021 a 10 de maio de 2022. No período em questão, o litoral paranaense já registrou 518 casos de dengue, cinco deles de Dengue com Sinais de Alarme (DSA). Nenhuma morte em decorrência da doença foi registrada na região no período analisado.

Entre os 86 casos de Dengue registrados na última semana no litoral, 53 foram em Matinhos, 17 em Paranaguá, 14 em Pontal do Paraná, um em Antonina e um em Guaratuba. Desde agosto de 2021, os municípios com mais casos da doença no litoral são, respectivamente, Matinhos (404), Pontal do Paraná (58), Paranaguá (41), Guaratuba (11), Antonina (3), Guaraqueçaba (1). Morretes não teve casos confirmados de Dengue até agora.

365 casos em investigação no litoral

A tipificação da doença existente no litoral é dos sorotipos DENV 1 e DENV2. Atualmente, a região litorânea conta com 365 casos possíveis de Dengue em investigação em Pontal do Paraná (207), Paranaguá (81), Matinhos (56), Antonina (11) e Guaratuba (10). A região não apresentou nenhuma confirmação ou suspeita de casos de Chikungunya e de Zika vírus.

Com relação à questão climática para proliferação da Dengue no litoral, segundo o boletim da Sesa, o risco atual é considerado baixo com relação ao mosquito Aedes Aegypti. 

Dengue no Paraná 

A Sesa informou que o Paraná chegou a 124.078 casos notificados de Dengue, contando com 43.751 confirmações da enfermidade. “São 6.703 casos a mais, um aumento de cerca de 18% em relação aos números do informe anterior. Os dados são do 37.º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022”, detalha. 

“Dos 373 municípios que registraram notificações de dengue, 315 confirmaram a doença, sendo que em 274 deles são de casos autóctones, ou seja, a dengue foi contraída no município de residência dos pacientes”, explica a assessoria. 

Mortes 

Na última semana, três mortes em decorrência da Dengue ocorreram no Estado. “Trata-se de uma mulher de 95 anos, que residia em Cascavel e dois homens, um de 20 anos morador de Maringá e 85 anos, de Londrina. Os óbitos ocorreram entre os dias 26 de março e 14 de abril de 2022. Desde o início do período, o Paraná soma 12 mortes pela doença”, explica a pasta estadual. 

O Paraná confirmou a condição epidêmica de Dengue em 19 de abril deste ano devido a casos prováveis e confirmados da doença. Com isso, o Estado intensificou ações de Vigilância Ambiental contra a doença em todos os níveis de governo. “Nossas equipes estão atuando em todas as regiões do Estado para que os casos de dengue não subam ainda mais. Reforço o pedido para que a população fique atenta a todo e qualquer foco ou onde o mosquito possa proliferar. A dengue mata e por isso precisamos da ajuda de todos”, explica o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

O último boletim e todos os informes podem ser acessados na íntegra no link: https://www.dengue.pr.gov.br/Pagina/Boletins-da-Dengue

Com informações da Sesa